|| LINK DAS AULAS ||

Aula 2
Afinação da Guitarra e Terminologias Musicais

Aula 3
Escalas

Aula 4
A Arte de Solar e A Tablatura

Aula 5
Os Acordes na Tablatura e Aspectos técnicos da Guitarra

Aula 6
A Técnica da Palhetada

Aula 7
Exercícios para mão e punhos

Aula 8
Encordamento

Aula 9
TOM,CAMPO HARMÔNICO E PROGRESSÕES

Aula 10
Guia de Construção do Campo Harmônico, Técnica do Sweep e Final: Término do Curso

 Mini-Curso Básico de Guitarra
                        
     Guia de introdução ao estudo da música para Guitarra

Introdução:

O objetivo deste curso é fornecer aos iniciantes algumas dicas fundamentais para um bom começo com o instrumento. Se você já tem certa intimidade com a guitarra, por favor, tenha paciência que aos poucos vamos colocando aqui coisas mais aprofundadas.  Iremos  passar conteúdos para iniciantes até profissionais da área, portanto, paciência aos mais avançados quando for tratado assuntos básicos é fundamental!

Marcus Vinicius Jacobson

Administrador do Curso

 

Ibanez Guitar

Capítulo 1: Introdução à Música aplicada à guitarra Elétrica

  1. Cordas da Guitarra
  2. Conta-se as cordas da Guitarra de baixo para cima nesta ordem:

    1ª - Mi

    2ª - Si

    3ª - Sol

    4ª - Ré

    5ª - Lá

    6ª - Mi

     

  3. Simbologia dos dedos da mão direita
  4. p – Polegar

    i– Indicador

    m – Médio

    a – Anular

    Além dos dedos da mão direita, usamos a palheta (Com mais freqüência).

    Inicialmente, o movimento da palheta tem de ser alternado, isto é, atacando a corda de baixo para cima e depois de cima para baixo.

    Existem outros movimentos de palheta, tanto alternado quanto "Sweep", mas trataremos deste assunto mais adiante.
     

  5. Simbologia dos dedos da mão esquerda
  6.  

    1 – Indicador

    2 – Médio

    3 – Anular

    4 – Mínimo

    O polegar da mão esquerda deve situar atrás do braço da guitarra
    como função apoio, mais ou menos a noventa graus em relação à base do braço, evitando aparecer em relação à pessoa que está assistindo à
     sua frente.
     

  7. Exercício 1:

Como exercício de mão esquerda, toque o dedo 1 da 1ª casa, o dedo 2 na 2ª casa e assim por diante, "atacando" a corda com a palheta para soar as notas
da mão esquerda.

EXEMPLO:

Ascendente

1 - 2 - 3 - 4

1 ______________________________________________________1_2_3_4_____________

T 2 ____________________________________________1_2_3_4_______________________

A 3 __________________________________1_2_3_4_________________________________

B 4 ________________________1_2_3_4___________________________________________

5 _____________1_2_3_4______________________________________________________

6
______1_2_3_4_____________________________________________________________

 

 

Descendente

4 - 3 - 2 - 1

 

1 _4_3_2_1__________________________________________________________________

T 2 _____________4_3_2_1______________________________________________________

A 3 __________________________4_3_2_1_________________________________________

B 4 ________________________________________4_3_2_1___________________________

5 ______________________________________________________4_3_2_1_____________

6 __________________________________________________________________4_3_2_1_

Capítulo 2: Tocando uma Guitarra

Esta parte pode parecer estúpida para quem já tem o mínimo de intimidade com o instrumento, mas, sinceramente, já vi pessoas que não têm nem noção de como segurar a guitarra! Para essas, temos esta parte aqui.

Primeiramente, posicione o instrumento numa posição que você sinta-se confortável (sugiro tocar sentado numa cadeira, para começar).

Treine algumas palhetadas (tocar com palheta, no começo, é muito mais fácil que dedilhado clássico): uma nota por corda, duas cordas ao mesmo tempo, licks em uma corda (como o famoso 1-2-3-4) e, finalmente, acordes.

Exercício "1-2-3-4":
e----------------------------------||
B----------------------------------||
G-------------------------etc...---||
D-----------------1-2-3-4--------||
A---------1-2-3-4----------------||
E-1-2-3-4------------------------||

Quando estiver palhetando as cordas, tente tocar entre a ponte ( peça metálica onde as cordas estão presas) e o início do braço; se palhetar muito perto da ponte, as notas soarão muito agudas e secas, enquanto muito perto do braço ou sob ele, as notas irão soar muito graves e cheias.

Mas para podermos entrar aos poucos nesse assunto devemos saber como interpretar as tablaturas. Veja abaixo a importância delas no começo do curso.

* Lendo tablaturas

As tabs são a forma de notação mais útil que já se inventou para instrumentos de corda, pois não é necessário saber nada de teoria musical para tocar.

Uma desvantagem é que não há possibilidade de marcar o tempo das notas com precisão, como numa partitura, mas isso é facilmente contornado se você conhecer a música.

Para interpretá-las, pense como num jogo de batalha naval, no qual existem as linhas e as colunas; na guitarra, são cordas e trastes. É mais fácil visualizar com um exemplo simples:

Intro/Riff principal de "Come As You Are" (Nirvana):

e---------------------------------:||
B---------------------------------:||
G---------------------------------:||
D-----------------------------:----||
A---------0---0---------2-----:---||
E-0-0-1-2---2---2-2-1-0---0-0-:||

Os números representam os trastes a serem apertados ("0" significa corda aberta, sem segurar nenhum traste) enquanto a mão da palheta toca a corda indicada. As cordas, você já aprendeu a denominação no item 1.

Intro de "The Man Who Sold The World" (Nirvana):

e-----------------------------------------------:||
B-----------------------------------------------:||
G-2-2-2-0--2h3p2p0-2-2-2-0--2h3p2p0-2-:||
D-----------------------------------------------:||
A-----------------------------------------------:||
E-----------------------------------------------:||

Existe nesse exemplo aparecem elementos novos, chamados hammer-on (h) e pull-off (p).

O primeiro consiste em tocar a primeira nota e apenas apertar a segunda (ex: em 2h3, toque a nota no traste 2 e apenas aperte o traste 3, aproveitando a vibração da corda, sem palhetar de novo).

O pull-off é o contrário: você deixa ambos os trastes pressionados, toca a nota e depois solta o dedo que estava segurando a nota que tocou. A segunda nota irá soar aproveitando a vibração da corda da primeira nota.

Intro de "Purple Haze" (Jimi Hendrix):

e-------------------------|----------------------------|--------------------|
B-------------------------|----------------------------|----------8b9------|
G-------------------------|----------------------------|-------7------------|
D-----------8--------8----|-----------8--------8-------|---/9---------7---|
A-------------------------|----------------------------|------------------- -|
E------6--------6---------|------6--------6------------|-------------------|

e--------------------------|
B--------------------------|
G--------------------------|
D--5----------------------|
A-----5-----5/7----------|
E--------0-----------------|

Nesse último exemplo, você irá aprender o bend (b) e o slide (/).

O bend consiste em tocar a nota e empurrar a corda em direção ao seu rosto, para produzir uma mudança de pitch da nota (elevá-la 1/4, 1/2 ou 1 tom, por exemplo; na tab mostrada, o bend é de 1/2 tom, ou um traste);

o slide é mais simples: toque a nota e deslize o dedo até a próxima (ex: em 5/7, toque o quinto traste e deslize o dedo para o sétimo, sem palhetar).

 

próximo texto