Clique aqui para você escolher suas apostilas e concluir sua compra !


 

|| LINK DAS AULAS ||

Aula 2
Diferença ente Gaita Cromática e Diatônica e Teoria musical Básica

Aula 3
Como Segurar sua Gaita e Construção da Gaita Diatônica e Cuidados Especiais

Aula 4
Como Soprar e aspirar somente uma nota na sua Gaita e Construção da Escala Maior

Aula 5
Disposição das notas na Gaita Diatônica

Aula 6
Respiração e Tablatura

Aula 7
Exercícios Nível III e Distribuição geral das Notas

Aula 8
Efeitos de Sonorização

Aula 9
Exercícios para Articulação e Efeito de sonorização Parte II

Aula 10
Tocando Corretamente (Dicas Preciosas)

Aula 11
As diferentes posições da Gaita Diatônica

Aula 12
Notas com Bend (Bend Notes) e Aplicando o Bend

Aula 13
OverBlow e Overdraw

Aula 14
Patterns para terceira Oitava

Aula 15
Escalas para segunda posição e Término do Curso

  Mini-Curso Básico de Gaita Diatônica
 
    Guia de introdução para o estudo da Gaita Diatônica

Introdução:

Olá galera, me chamo Jefferson Gonçalves e vou ser o professor do Curso de Gaita Diatônica.  Caso alguém ainda não me conheça, segue abaixo um pouco sobre minha carreira como músico e gaitista.

Jefferson Gonçalves alcançou reconhecimento internacional como virtuoso da harmônica. Sua fluidez e seu estilo original o tornaram uma das figuras centrais do cenário da gaita no Brasil. Além de ter atuado em inúmeras gravações, do blues ao rock, passando pela MPB, pop, jingles e trilhas sonoras, assim como centenas de apresentações ao vivo, em 1992 fundou a banda Baseado em Blues, cotada entre as melhores bandas de blues do país, com 3 Cds gravados.

Patrocinado desde 1996 pela Hering Harmônica S/A, Jefferson tem se empenhado em divulgar e expandir o uso da harmônica. Seu estilo levou a revista americana American Harmonica Newsletter (outubro/1996) e a Big City Blues Magazine (janeiro/2000) a apontá-lo como uma das grandes revelações da nova geração de instrumentistas.

Em agosto de 1998 representou o Brasil na SPAH – Society for the Preservation and Advancement of the Harmonica, em Detroit, EUA, onde se apresentou ao lado do violonista e vocalista alemão Chris Jones, no concerto oficial em comemoração aos 35 anos da SPAH. De volta ao Brasil, formou o trio acústico Blues Etc.. que lançou seu Cd de estréia em 2001 e foi eleito pela critica o melhor disco de blues acústico do ano.

Desde 99, Jefferson excursiona com gaitista Peter Madcat Ruth tocando nas melhores casas de show do Brasil vinculadas ao projeto Hering Blues Night e Blues Time Records, selo especializado em blues criado em parceria com o guitarrista Big Joe Manfra.

Jefferson já gravou e acompanhou vários artistas e bandas entre eles : Belchior, Victor Biglione, Celso Blues Boy, Peter Madcat Ruth, Vanessa Barum, etc...

Em 2002 Jefferson gravou pela empresa " aprenda Música.com.br" 3 video aulas onde ensina todas as técnicas do instrumento.


Jefferson Gonçalves
Administrador do Curso

Capítulo 1: História da Gaita Diatônica

Antes de iniciarmos todo esse mini-curso vamos falar sobre a história deste intrumento que você está aprendendo: a Gaita Diatônica.

Tamanho nunca foi documento. Pequena em dimensão, ela possui uma infinidade de sons. A primeira vista, um membro da grande família de Gaitas, que inclui instrumentos graves, de acordes, afinadas em oitavas, com trêmolo, Gaitas Cromáticas e algumas que fazem o papel do contra baixo em Orquestras de Gaita (no Brasil existe a Orquestra Harmônica de Curitiba, que foi criada em 1979 por Ronald Silva e Eduardo Pereira), e muitos outros modelos estranhos.

Com a mesma forma por mais de 150 anos, a gaita tem sido usada com sucesso numa grande série de contextos musicais, embora já tenha sido marginalizada e até tratada como brinquedo. Atualmente atingiu um grande sucesso e adquiriu categoria de instrumento musical sério. Isto pode ser verificado em várias gravações, trilhas de filmes e comerciais de TV; mas vamos falar de sua história:

A gaita ou Harmônica como nós a conhecemos hoje, foi inventada na Alemanha no Século XVIII.Contudo o conceito de um instrumento com palhetas livres possa ser encontrado há milhões de anos na China e sudeste da Ásia.

Foi em Berlim, em 1821, que Friedrich Bushman, aos 16 anos inventou a AURA, para estudar a influência da corrente de ar no som. Sua invenção era essencialmente um conjunto de quinze diapasões, todas notas sopradas,conectados a uma armação de metal.

Alguns anos depois, um produtor de instrumentos em Bohemia, chamado Richter, melhorou o design da desajeitada Aura. Ele fez uma estrutura de 20 notas, dentro de dez orificios, ou seja 10 notas sopradas e 10 notas aspiradas, estas mudanças somado a estrutura do instrumento foi verdadeiramente a primeira gaita ou harmônica como nós a conhecemos hoje.

Em 1827, um relojoeiro chamado Christian Messner começou a fazer harmônicas como uma linha opcional, na pequena cidade de Trossing, Alemanha.Em breve vários outros relojoeiros da área, muitos deles parentes de Messner, estavam tambem produzindo harmônicas como um negócio opcional.

Mas nesta mesma cidade, um jovem relojoeiro de 24 anos chamado Mattias Hohner, resolveu produzir harmônicas como seu principal negócio, produzindo assim 650 instrumentos no primeiro ano. O que distinguia Hohner dos outros fabricantes daquela época era a alta qualidade dos instrumentos aliada a uma grande visão de marketing, pois todas as gaitas fabricadas por ele tinha sua marca estampada.

Em 1888 as gaitas Hohner foram para os EUA e foram largamente distribuídas, sem dúvida por serem baratas, pequenas e fácil de se tocar. Talvez por essa razão, elas foram tão bem recebidas entre a população negra.  Ainda hoje a Hohner é o mais influente fabricante de gaitas, já tendo produzido cerca de 1.500 modelos diferentes de harmônicas. O mais caro foi fabricado fora de   série, especialmente para o Papa Pio XI, todas as peças de metal, com exceção das palhetas eram de ouro maciço. Um dos modelos mais curiosos era acompanhado de um cordão para que os africanos, que não usam bolsos, pudessem pendurá-las no pescoço.

No Brasil, a história da gaita começa em agosto de 1923, um imigrante alemão chamado Alfred Hering, fundou a empresa Gaitas Alfred Hering em Blumenau - Santa Catarina, e começou a produzir as Harmônicas Hering.

Após a morte do Sr. Hering, em meados de 1960, a empresa foi vendida para M. Hohner Company, de Trossing, Alemanha. Muita tecnologia foi trazida da Alemanha e introduzida no Brasil,melhorando assim cada vez mais a qualidade do instrumento.Em 1979, um grupo de brasileiros comprou a Hering e M. Hohner deixou o Brasil.

Atualmente sob a direção de Alberto Bertolazzi, e com o nome de "Fábrica de Harmônicas Catarinense S/A, ainda com sede em Blumenau - Santa Catarina, a companhia está engajada em modernizar e aperfeiçoar a qualidade de seus instrumentos com a ajuda de vários gaitistas brasileiros, principalmente da Orquestra Harmônica de Curitiba A Hering vem impondo um alto nível de desenvolvimento, atingindo assim uma qualidade internacional, sendo exportada para América Latina, Estados Unidos e Europa.

próximo texto