Copyright © 1998-2001 MV Portal de Cifras  
 
                                                                  
Esta página é parte integrante de MV Portal de Cifras (http://www.mvhp.com.br)
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.

Eu To No Meio
Tom: E
Intro 2x: E  B
 E                                     B
Hoje o ceten arrebenta o boi derruba o pião 
                                       E
Cavalo pula na espora no peito pula a paixão 
                             E7         A
Tristeza que não tem vez hoje a madeira canta 
        B        E               B         E
E gente querendo namoro em quando a poeira levanta
Refrão:
B                            E
Eu to no meio rodeio e minha paixão
              A       B          E
Hoje só volto amanhã amanheço no bailão 
B                            E
Eu to no meio rodeio e minha paixão 
E7             A
Cavalo pula na arena to nos braços 
   B                       E
Da morena e a loira no coração.
E                                    B
Pião que pião encara não tem medo do perigo 
                                          E
Piso fundo não tem hora pois meu santo ta comigo
                              E7               A
Eu não vim pra fazer feio vou corta o bicho na espora
     B       E              B               E
Pode abrir a porteira que o chão vai tremer agora
Mercedita
Tom: G
Intro:
     Em                 B7                     Em                           B7   Am    G     B7   Em
E|-----8--8-7----8--8-8-7-----8--8-7-----8--8-8-7----8--8-7-----8--8-7-----777--555---333---222--0-----|
B|---8---------8-----------7----------7------------8----------8----------------------------------------|
G|-9---------9-----------8----------8------------9----------9------------------------------------------|
D|-----------------------------------------------------------------------------------------------------|
A|-----------------------------------------------------------------------------------------------------|
E|-----------------------------------------------------------------------------------------------------|

     Em                       B7                            Em
E|--7--7/8---8---7--5-5--3--2-------2--2/8---8---7--5--5--3------------------|
B|--8--8/10--10--8--7-7--5--4-------4--4/10--10--8--7--7--5------------------|
G|---------------------------------------------------------------------------|
D|---------------------------------------------------------------------------|
A|---------------------------------------------------------------------------|
E|---------------------------------------------------------------------------|

     Em                         B7   Am   G    B7  Em
E|-3--3/8---8---7--5--5--3----888--777--555--3-22-0----------7---12----------|
B|-5--5/10--10--8--7--7--5---------------------------------8-----------------|
G|-------------------------------------------------------9-------------------|
D|---------------------------------------------------------------------------|
A|---------------------------------------------------------------------------|
E|---------------------------------------------------------------------------|
 Em           Am             D7         G
Recordo com saudades seus encantos mercedita
   Em            B7                     Em
Perfumada flor bonita me lembro que uma vez
 Em               Am        D7           G
A conheci num campo muito longe neuma tarde
 Em             B7                         Em
Hoje só ficou saudade desse amor que se desfez
[Refrão]
  Em                B7                   Em
Assim nasceu o nosso querer com ilusão e muita fé
                              B7    Am     G    B7   Em
Mas eu não sei por que essa flor deixou-me dor e solidão
  Em                  B7
Ela se foi com outro amor
                   Em                           B7     Am         G        B7  Em
Assim me fez compreeder o que é querer o que é sofrer por que lhe dei meu coração
(Solo Intro)
     Em                B7                   Em                           B7   Am    G     B7   Em
E|-----8--8-7----8--8-7-----8--8-7-----8--8-7----8--8-7-----8--8-7-----777--555---333---222--0---------|
B|---8---------8----------7----------7---------8----------8--------------------------------------------|
G|-9---------9----------8----------8---------9----------9----------------------------------------------|
D|-----------------------------------------------------------------------------------------------------|
A|-----------------------------------------------------------------------------------------------------|
E|-----------------------------------------------------------------------------------------------------|

     Em                       B7                            Em
E|--7--7/8---8---7--5-5--3--2-------2--2/8---8---7--5--5--3------------------|
B|--8--8/10--10--8--7-7--5--4-------4--4/10--10--8--7--7--5------------------|
G|---------------------------------------------------------------------------|
D|---------------------------------------------------------------------------|
A|---------------------------------------------------------------------------|
E|---------------------------------------------------------------------------|

     Em                         B7   Am   G    B7  Em
E|-3--3/8---8---7--5--5--3----888--777--555--3-22-0----------7---12----------|
B|-5--5/10--10--8--7--7--5---------------------------------8-----------------|
G|-------------------------------------------------------9-------------------|
D|---------------------------------------------------------------------------|
A|---------------------------------------------------------------------------|
E|---------------------------------------------------------------------------|
   Em               Am        D7          G
O tempo Foi passando e as Campinas verdejando a
 Em          B7                   Em
saudade só ficando dentro do meu coração
  Em            Am         D7        G
Mas apesar do tempo já passado Mercedita
   Em            B7
essa lembrança palpita
                  Em
na minha triste canção
[Refrão]
  Em                B7                   Em
Assim nasceu o nosso querer com ilusão e muita fé
                              B7    Am     G    B7   Em
Mas eu não sei por que essa flor deixou-me dor e solidão
  Em                  B7
Ela se foi com outro amor
                   Em                           B7     Am         G          Em
Assim me fez compreeder o que é querer o que é sofrer por que lhe dei meu coração
O Senhor Viu
Tom: A
		
A                                    F#m
O senhor viu no rosto a lagrima que caiu
         E         Bm.
De uma alma que se feriu
Bm              Bm7/A     E
Numa batalha que se agravou
A                                 F#m.
Ninguém viu o momento em que você caiu,
                   E                          Bm
Foi nessa hora que alguém te feriu no vale da morte
E
Você passou.
Bm                 A           E
Não pode desistir, não pode recuar.
Bm                  A            E
Mais Deus do céu te viu e vai te resgatar.
A                 E/G#           F#m
Você nunca perdeu uma guerra com Deus
E        Bm                       E
Na mais longa batalha sua alma venceu
A                    E/G#            F#m
Tu eis filho de Deus um guerreiro do céu.
E       Bm    Bm7/A          E     A
Levante tua espada e vai pra batalha.
A                       E/G#       F#m
O Senhor viu quando seu coração se dividiu,
E        Bm                  Bm7/A
Com sua voz a Deus tu pediu, para acaba com
E
Sofrimento seu.
A                      E/G#           F#m
Ninguém olhou pra sua alma quando ela chorou
     E        Bm                  Bm7/A
E o desespero só se aumentou e o tempo passou
           E
e você não viveu.
Bm                 A        E
Não pode desisti, não pode recuar.
Bm                  A             E
Mais Deus do céu te viu e vai te resgatar.
A                 E/G#           F#m
Você nunca perdeu uma guerra com Deus
E        Bm                     E
Na mais longa batalha sua alma venceu
A                     E/G#           F#m
Tu eis filho de Deus um guerreiro do céu
E        Bm            Bm7/A       E
Levante tua espada e vai pra batalha.
Bm  Bm7/A  E    Bm  Bm7/A   E
Homem de Deus, Mulher de Deus...
Rosto Molhado
Tom: G
Intro: (C G)

Riff Inicial:
E|--------------------------------------------------------
B|--------------------------------------------------------
G|--------------------------------------------------------
D|--------------------------------------------------------
A|----0-2-3-5--5-7-5-3-2--2-3-2---0--0-3-2-0--------------
E|--3---------------------------3------------3------------

C                                  G
Enxugue o rosto meu amor não chore não
                                F
Rosto molhado pra você não fica bem
                                 G7
Meu novo amor lhe maltrata o coração
                                   C       (C G)
Meu sofrimento só me faz sofrer também

C                                  G
Faça de conta que teu pranto derramado
                                 C
São gotas d'água no oceano da ilusão
        C7                       F
Gotas caídas do azul de vossos olhos
            D                  G7
Vindas do triste temporal do coração
C                                   G
Eu quero ser o sol da tarde pra enxugar
                                  C
Teu lindo rosto no verão do meu calor
              C7                        F
Com os meus beijos beberei todo o teu pranto
       C           G        C
Para matar a minha sede de amor

C                                  G
Enxugue o rosto meu amor não chore não
                                F
Rosto molhado pra você não fica bem
                                 G7
Meu novo amor lhe maltrata o coração
                                   C       (C G)
Meu sofrimento só me faz sofrer também (2x)

Riff Inicial:
E|--------------------------------------------------------
B|--------------------------------------------------------
G|--------------------------------------------------------
D|--------------------------------------------------------
A|----0-2-3-5--5-7-5-3-2--2-3-2---0--0-3-2-0--------------
E|--3---------------------------3------------3------------

C                                        G
Não chores mais porque teu rosto se entristece
                                   C
Eu não quero ver você tão triste assim
        C7                     F
Irá de novo clarear a nossa estrada
         D                        G7
Quando você se decidir voltar pra mim
C                               G
Essa pessoa não merece o teu pranto
                               C
Volte depressa antes que seja pior
         C7                       F
Tire da vida o que a impede ser feliz
          C        G           C
Para nós dois o amanhã será melhor

C                                  G
Enxugue o rosto meu amor não chore não
                                F
Rosto molhado pra você não fica bem
                                 G7
Meu novo amor lhe maltrata o coração
                                   C       (C G)
Meu sofrimento só me faz sofrer também (2x)

 

Rep
Tom: G	
Intro: Em C D

    Em
Eu não sei
C          D                        Em
Se um coração pode aguentar tanta dor,

Quando perde
      C
Um amor
          D
Quando o sol
                       A7  C
Já não brilha mais em seu olhar

Em
Se ainda dói
       C
É porque
                     G
Não consigo te esquecer
                   D
E o vento só me traz
                         Em
Vestígios que lembram você

                   C
Eu vou curar essa dor
                    G
Encontrar um novo amor
                   D
Em um caminho sem rumo
                 Em
Vou levando a vida
      C
A Aahh
       G
A Aahhh
                   D
Em um caminho sem rumo
                 Em
Vou levando a vida
Palco
Tom: G
Intro: G Bm C D
G
Muitas vezes sao os palco
    Bm
um destaque na vida de alguem
       C
muitas vezes nois olhamos
       D
e nao vemos mais ninguem
G
nesta hora que lembramos
    Bm
que cristo está a nos olhar..
    C
meditando em suas promessas
          D
e as vezes nos pegamos a chorar
G
vem a noite olha a lua
     Bm
está tao frio la fora
     C
e eu me perguntando a Deus
          D
o que será da minha historia
G
meus amigos que estavam do lado
     Bm
hoje ja nao vejo mais
     C
hoje ja dormem contigo
   D
no eterno lar de paz
[CORO]
   G                     Bm
Que gloria, gloria sem par
          C                           D
a gloria que um dia Deus prometeu me dar
         G              Bm
e muito mais do que almeijei
   C                      D
valeu a pena chorar-ha-ha-ha.. tudo que eu ja chorei
G Bm C D
  G
e quando la chegar
       Bm
quero a Deus o abraçar
         C
e em um grande coral com os anjos
       D
tambem cantar ao lar
    G
ouvir os anjos dizer amem
      Bm
entao os abraçar tambem
   C
e acerteza lá será
  D
a eternal jerusalém...
Arribada
Tom: E
Intro: 2x) E B7 E B7 A E
		  B7	     E
Quando a saudade no peito fez morada
	   B7	     A	          E
Foi na arribada da paixão que desgarrou
       B7	          A             E
Eu aboiei eu madrinhei estrada afora
        B7		   E
E o berrante da tristeza repicou
		      B7	          E
Parei na sombra da incerteza e me deitei
	   B7	     A	         E
Nas folhas secas que cairam sobre o chão
        B7	    A	         E
Ali peguei no sono então sonhei com ela
       	       B7	           E	(riff)
E acordei com soluço no coração
B7  A  E
Ai ai ai
	  B7	  A             E   (riff)
Saudade é feito boiada que vem e vai
B7  A  E
Ai meu bem
	  A	  B7	 E
Saudade volta mas você não vem
(intro) B7 E B7 A E  B7 E B7 G# E
		  B7		E
Mato fechado busco brilho de outro olhar
        B7      A	            E
Abro picadas caminho sem direção
        B7	 A	   E
E de repente vejo que todo caminho
	       B7		     E
Me leva sempre rumo ao seu coração
	     B7	           E
Hoje eu sou boiadeiro sem boiada
        B7	 A            E
Montado na vontade de te encontrar
     B7	         A             E
Amargando uma saudade eu vou vivendo
	 A	    B7	      E
Buscando seu amor eu vivo a caminhar
B7  A  E
Ai ai ai
	  B7	  A             E   (riff)
Saudade é feito boiada que vem e vai
B7  A  E
Ai meu bem
	  A	  B7	 E
Saudade volta mas você não vem
B7  A  E
Ai ai ai
	  B7	  A             E   (riff)
Saudade é feito boiada que vem e vai
B7  A  E
Ai meu bem
	  A	  B7	 E
Saudade volta mas você não vem
	  A	  B7	 E	A Em E
Saudade volta mas você não vem
(riff)
E|-----------------------5--|
B|-----------------------4--|
G|--1s3--1p0-------------3--|
E|--2s4--2p0---2---------2--|
B|-------------4--2--0---0--|
Tantinho
Tom: A
		
A	   C#m             Bm
Fiz essa canção em coma de amor
	  E               A
Como sou feliz e sei que estou
A            C#m        	   Bm
Nunca amei ninguém um tantinho assim
              E              A
Sem gostar de quem gostar de mim
A	   C#m             Bm
Fiz essa canção pro tempo passar
             E	         A
Como estou só quero te abraçar
         C#m            Bm
Se é ilusão desligue a razão
	    E          A
Pra bater feliz meu coração
A 		         C#m
Agora que subi ladeira, sossego
		            Bm
Que a poesia em minha horta choveu
 E	     A
Eu te quero aqui
		              C#m
Bem-vinda a minha vida linda, calor
		         Bm
Você é vitamina, guia e é show
E             A
Vem grudar em mim
A		      C#m
Por isso então dá-me tua mão
		      Bm
Por isso então dá-me tu amor	(2x)
	 E
Dá-me tu amor
A  C#m  Bm  E
A 		         C#m
Agora que subi ladeira, sossego
		            Bm
Que a poesia em minha horta choveu
 E	     A
Eu te quero aqui
		              C#m
Bem-vinda a minha vida linda, calor
		         Bm
Você é vitamina, guia e é show
E             A
Vem grudar em mim
A		       C#m
Por isso então dá-me tua mão
		     Bm
Por isso então dá-me tu amor	(2x)
	 E
Dá-me tu amor
A	   C#m
Como I love you
	   Bm
Como I need you
	   E	           A
E o meu coração só quer lhe amar
A	   C#m
Como I love you
	   Bm
Como I need you
	  E	          A
E só quer saber de andar colado
Pra Ser Feliz
Tom: A
		A                         E
 As vezes é mais fácil reclamar da sorte
                                      F#m
Do que na adiversidade Ser mais forte
                       D
Querer subir, sem batalhar
                      Bm
Pedir carinho, sem se dar
                E
Sem olhar do lado
A                                      E
 Já imaginou de onde vem a luz de um cego
                                  F#m
Já cogitou descer de cima do seu ego
                    D
Tem tanta gente por aí
                        Bm
Na exclusão, e ainda sorri
                  E
Tenho me perguntado
           A
Pra ser feliz
                           E
Do que o ser humano nescessita
                             F#m
O que é que faz a vida ser bonita
         D                        E
Ahh resposta, onde é que está escrita
            A
 Pra ser feliz
                               E
 O quanto de dinheiro eu preciso
                              F#m
 Como é que se conquista o paraíso
         D
 Quanto custa?
                    E
 Pro verdadeiro sorriso
             A      E F#m D E
 Brotar do coração
 A                                E
  Talvez a chave seja a simplicidade
                                       F#m
 Talvez prestar mais atenção na realidade
                        D
 Porque não ver como lição
                     Bm
 O exemplo de superação
               E
 De tantas pessoas
A                                     E
 O tudo as vezes se confunde com o nada
                                   F#m
No sobe e desce da misteriosa escada
                     D
E não tem como calcular
                     Bm
Não é possivel planejar
            E
Não é estratégico
(Refrão)
A Primeira Letra
Tom: A#
Intro: Bb Eb F Gm Gm7 Cm F Bb F
    Bb            F/A         Gm      Bb7
Não sei o que se passa dentro da Sua cabeça
  Eb             Bb                   Eb
Será que pede a Deus pra que eu te esqueça
   F            Dm7/Eb        Dm7        Gm
Será que também chora e, como eu, está sofrendo.
   Eb            Cm            F
Será que não demora e vai voltar correndo
     Bb           F/A          Gm        Bb7
No fundo a gente sabe o que está acontecendo
   Eb            Bb            Eb
Você foi me ganhando, eu te perdendo.
   F          Dm7/Eb          Dm7        Gm
Está em minha cara, eu não consigo disfarçar.
     Eb          Cm         F
Há sempre uma lágrima em meu olhar
(pré-chorus)
                   Eb
Quando amanhece o dia e quando a noite invade
             Bb
Numa fotografia eu morro de saudade
                 F
Quando sonho contigo e acordo sozinho
             F7
É dor é solidão é cama de espinho
(chorus)
               Bb
Há sempre uma lágrima em meu olhar
                 Gm
Meus olhos te procuram pela multidão
               Eb                   F
Tento te esquecer, mas não sei convencer.
          Bb
Esse meu coração
               D
Há sempre uma lágrima em meu olhar
                 Gm          F   Eb
Não dá prá disfarçar e todo mundo vê
                Cm                  F
Até mesmo a primeira letra do teu nome
           Bb
Faz lembrar você

 

Uma Noite
Tom: D
Intro:  D Bm7 G A7 A7/4 A7 D
D                Bm7
Noite de luar estrelas no céu
         G          A7    A7/4  A7
Parece mágica eu e você aqui
D                Bm7
Vejo o seu olhar refletindo em mim
         G                 A7      A7/4  A7
O brilho que o amor pode fazer sentir
D
Demais
          Bm7
Posso ir até o céu
        G
Em cada beijo seu
      A7         A7/4  A7
Posso tocar você,amar você
  D
É demais
         Bm7
Sentir o teu calor
           G        A7/4  A7
Não dá pra esquecer eu e você
  D
É demais
( D Bm7 G A7 A7/4 A7 D )
D                   Bm7
Quero ter você para sempre aqui
          G                       A7        A7/4  A7
Em tudo o que eu sonhar em tudo o que eu sentir
D                     Bm7
Quero o teu amor pode acreditar
         G                 A7     A7/4  A7
Vou te fazer feliz é só você deixar
D
Demais
          Bm7
Posso ir até o céu
        G
Em cada beijo seu
      A7         A7/4  A7
Posso tocar você,amar você
  D
É demais
         Bm7
Sentir o teu calor
           G        A7/4  A7
Não dá pra esquecer eu e você
  D  Bm7  G  G/A  Em7  A7/4  A7
É .................... eu e você
  D
É demais...
           Bm7      G
Ter você é demais...
   A7/4  A7  D      Bm7  G  A7/4  A7  D
Eu e você é  demais...
E Agora
Tom: G
Intro: G D/F# Em C G/B Am G D/F# Em D C
     G
Faz tempo
            C                        G
Que eu não vejo mais seus olhos me olhando
            C
Que eu não sinto mais seu coração me amando
        Am                             G    D
Eu não sei até que ponto eu posso suportar
       Em
O seu jeito indiferente
    Bm
Dia-a-dia castigando
   C           G         D
O sonho foi virando pesadelo
        Em
Nossas juras de amor
      Bm
De repente se quebrou
    C   Am   D
E agora? E agora?
           G
Onde deu errado?
           D
Será que vacilei
             C                         G
Ou será que foi amor demais que eu te dei
             D       Am
Você não me entendeu
            G
E se for embora
            D
Leva meu coração
             C            D        G
Não preciso dele pra viver de solidão
( G D/F# Em C G/B Am G D/F# Em C D )
       Em
O seu jeito indiferente
    Bm
Dia-a-dia castigando
   C           G         D
O sonho foi virando pesadelo
        Em
Nossas juras de amor
      Bm
De repente se quebrou
    C   Am   D
E agora? E agora?
           G
Onde deu errado?
           D
Será que vacilei
             C                         G
Ou será que foi amor demais que eu te dei
             D       C
Você não me entendeu
            G
E se for embora
            D
Leva meu coração
             C            D        G
Não preciso dele pra viver de solidão
Proposta
Tom: G
Intro: D7  C  G  D7  C  G  D7  G  D7  G
G                      D7        G
Eu vou me dar inteiro pra esta mulher
                      C       G
vou lhe dar a vida se ela quiser
                    C          G
quero ser prazer na hora de amar
                              D7
quero ser o pranto se ela chorar
              G      D7      G
vou ser o motivo da sua iludão
                        C          G
eu vou ser carinho, eu vou ser paixão
                       C       G
Vou ser o consolo da sua tristeza
           D7                 G
quero ser a vida do seu coração
        D7                 C            G                  D7
Não quero não devo não posso ficar sem ela sei que vou sofrer
                      C             G       D7      G         (Intro)
Será essa mulher querida, amante amiga desse meu viver
G                  D7           G
Vou pagar o preço que a vida cobrar
                   C           G
para conservar esse amor-verdade
                    C           G
se a felicidade é apenas momentos
                              D7
quero ser momentos de felicidade
              G     D7          G
se acaso a sorte vier nos separar
                        C           G
vão ficar as marcas do amor esculpidas
                 C         G
morrerás por mim onde estiver
            D7               G
morrerei por ti o resto da vida.
       D7               C               G                 D7
Não quero não devo não posso ficar sem ela sei que vou sofrer
                      C              G       D7     G         (Intro)
Será essa mulher querida, amante amiga desse meu viver
Eu Fui Viajar 
Tom: D
		D
Eu fui viajar
Bm
Procurei a praia
G
Aquela dos meus sonhos
A
Onde você nadava
D
Tentando te encontra
Bm
Minha linda menina
G
Encontrei você
A
Na praia ali sozinha
Pré-refrão:
C#m
Por onde quer que eu vá
Bm
Eu vou levar você
C#m
E ao por do sol
Bm
Eu vou lhe dizer......
Refrão:
G
Que você é tudo que eu quero
Bm
É tudo que eu espero
D
Você me faz viver
A
Sou louco por você
D
No meu coração
Bm
Você vai estar
A
E ao gritar meu nome
D
Eu estarei lá
C#m
Pra perto de mim
Bm
Eu vou te levar
C#m                         Bm
E juntos na praia irei te falar....
Refrão:
G
Que você é tudo que eu quero
Bm
É tudo que eu espero
D
Você me faz viver
A
Sou louco por você
Tá No Coração
Tom: D#
Intro: Eb  Gm  G#  Bb  Eb  Gm  G#
Eb                       Fm     G#          G#m     Eb
Seu olhar me trás tanta sedução, paixão que faz sonhar
Eb                    Fm        G#            Bb       Eb
Seu amor me faz descobrir em mim que é bom demais te amar
Eb                             Gm              G# Gm Fm        Bb
Se o céu tem estrelas pra noite enfeitar não invejo porque eu tenho você
Eb                       Gm                G#         Fm       Bb G# Gm Fm
Se as flores deixam o perfume no ar não invejo porque eu tenho você
      Eb            Cm
Tá no coração, já virou paixão
       G#                  Bb
Como é bom acordar do seu lado
      Eb             Cm
Tá no coração, já virou paixão
      G#                    Bb
Se acabar um amor grande assim
      Eb
É um pecado
( Eb  Gm  G#  Bb  Eb  Gm  G# )
Eb                             Gm              G# Gm Fm        Bb
Se o céu tem estrelas pra noite enfeitar não invejo porque eu tenho você
Eb                       Gm                G#         Fm       Bb G# Gm Fm
Se as flores deixam o perfume no ar não invejo porque eu tenho você
      Eb            Cm
Tá no coração, já virou paixão
       G#                  Bb
Como é bom acordar do seu lado
      Eb             Cm
Tá no coração, já virou paixão
      G#                    Bb
Se acabar um amor grande assim
     Eb            Cm
Tá no coração, já virou paixão
       G#                  Bb
Como é bom acordar do seu lado
      Eb             Cm
Tá no coração, já virou paixão
      G#                    Bb
Se acabar um amor grande assim
      Eb    Gm
É um pecado
      G#                   Bb
Se acabar um amor grande assim
      Eb
É um pecado

 

Disparada 
Tom: G
       D             G        D                  G
Prepare o seu coração prás coisas que eu vou contar
    C            Bm     C    Am    D   G
Eu venho lá do sertão, eu venho lá do sertão
         B7      Em    C    Am        D  G
Eu venho lá do sertão e posso não lhe agradar
       D       G         D            G
Aprendi a dizer não, ver a morte sem chorar
     C              Bm      C       Am   D   G
E a morte, o destino, tudo, a morte e o destino, tudo
        B7       Em    C   Am     D   G
Estava fora do lugar, eu vivo prá consertar
     G7         C          A7         D
Na boiada já fui boi, mas um dia me montei
        B7        Em      C       D         G
Não por um motivo meu, ou de quem comigo houvesse
         B7         Em           B7         C
Que qualquer querer tivesse, porém por necessidade
        Am        D  G   C      Am    D  G
Do dono de uma boiada   cujo vaqueiro morreu
     D          G          D           G
Boiadeiro muito tempo, laço firme e braço forte
       C          Bm    C   Am   D    G
Muito gado, muita gente, pela vida segurei
        B7       Em       C  Am       D   G
Seguia como num sonho, e boiadeiro era um rei
        D          G         D              G
Mas o mundo foi rodando nas patas do meu cavalo
       C              Bm     C    Am       D   G
E nos sonhos que fui sonhando, as visões se clareando
      B7        Em      C        Am    D   G
As visões se clareando, até que um dia acordei
    D              G    D               G
Então não pude seguir valente em lugar tenente
   C             Bm   C       Am     D     G
E dono de gado e gente, porque gado a gente marca
        B7            Em     C       Am     D   G
Tange, ferra, engorda e mata, mas com gente é diferente
      D            G      D              G
Se você não concordar não posso me desculpar
     C             Bm  C    Am     D  G
Não canto prá enganar, vou pegar minha viola
       B7        Em    C     Am      D    G
Vou deixar você de lado, vou cantar noutro lugar
      G7        C       A        D
Na boiada já fui boi, boiadeiro já fui rei
         B7             Em       C    Am     D   G
Não por mim nem por ninguém, que junto comigo houvesse
      B7             C             B7           C
Que quisesse ou que pudesse, por qualquer coisa de seu
          B7         C                Am      D   G
Por qualquer coisa de seu querer ir mais longe do que eu
        D         G          D              G
Mas o mundo foi rodando nas patas do meu cavalo
   C               Bm       C       G
E já que um dia montei agora sou cavaleiro
     B7           Em        C    Am     D    G
Laço firme e braço forte num reino que não tem rei
( G7  C  D  G )
     G7         C          A7         D
Na boiada já fui boi, mas um dia me montei
        B7        Em      C       D         G
Não por um motivo meu, ou de quem comigo houvesse
         B7         Em           B7         C
Que qualquer querer tivesse, porém por necessidade
        Am        D  G   C      Am    D  G
Do dono de uma boiada   cujo vaqueiro morreu
Fazenda São Francisco
Tom: G
Intro: G D7 Em G D7 G.
    G                  D            Em               G
d|------0-0-0-2-2-4--|--4-2-4-2-4--|--0---0---------------|
B|--0---0-0-0-1-1-3--|--3-1-3-1-3--|--0-1-0----1--0-------|
G|--0----------------|-------------|----2------2--0-------|
D|-------------------|-------------|----------------------|
G|-------------------|-------------|----------------------|

G                  D7                         Em
Eu fiz a maior proeza pras bandas do rio da morte
                   D         D7               G
com outro caminhoneiro traquejado no transporte
                  C                          G
fui buscar uma vacada, para um criador do norte,
                   D         D7              G
na chegada eu precenti que era um dia de sorte
                     D           D7           G G D7 D7 G 
depois do embarque feito, só ficou um de corte....

Introdução de viola
G                D                          Em  
O mestiço era bravo, que até na sombra investia
                  D         D7               G
a filha do fazendeiro molhando os labios dizia
                    C                      G           
eu nunca beijei ninguém, juro pela luz do dia
                       D       D7          G  
mas quem montar nesse boi e tirar a valentia
                      D           D7            G D7
ganha meu primeiro beijo que eu darei com alegria

Introdução de viola
 G                   D7                         Em
Vendo a beleza da moça, meu sangue ferveu na veia
                       D         D7              G
eu calcei um par de esporas e passei a mão na peia
                     C                       G
peguei o mestiço a unha, rolei com ele na areia
                    D            D7            G
enquanto ele esperneava, fui apertando a correia
                           D             D7             G
mais quando eu sentei no lombo foi que eu vi a coisa feia....

Introdução de viola
 G                   D7                    Em
O boi saltou a porteira no primeiro rodopiado,
                   D        D7              G
numa ladeira de pedra, desceu pulando cortado, 
                 C                         G
saia lingua de fogo, cheirava chifre queimado,
                        D        D7          G
quando os cascos do mestiço batiam no lageado,
                    D          D7           G  
parou berrando na espora ajoelhando derrotado
  G                  D7                     Em
pra cumprir sua promessa, a moça veio ligeiro
                D         D7           G
e disse você provou ser peão e boiadeiro,
                         C                   G
dos prêmios que vou lhe dar, o beijo é o primeiro,
                D             D7             G
sua boca foi abrindo, seu olhar ficou morteito,
                 D         D7              G
nessa hora eu acordei abraçando o travesseiro...

Introdução de viola 2X
Jeitão de caboclo
Tom: A
Intro: A E7 A A7 D E7 A E7 A
A            E7         A         D          A
Se eu pudesse voltar aos meus tempos de criança
A             E7        A              E7
Reviver a juventude com muita perseverança
Morar de novo no sítio na casa de alvernaria
 D	E7	                   A
Ver passarinhos cantando quando vem rompendo o dia
      A7               D     E7       A
Eu voltaria a rever o pé de manjericão
        E7    D                    A
A curruira morando lá no oco do mourão
 D	             E7    	   A
Os bezerros no piquete e nossas vacas leiteiras
   E7        D         E7            A	 E7 A A7 D E7 A E7 A
E papai tirando leite bem cedinho na mangueira
A  E7           A         D           A
Eu voltaria a rever o ribeirão Taquari
A             E7        A                   E7
Com suas águas bem claras onde  pesquei lambari
O velho carro de boi , o monjolo e a moenda,
       	         D          E7	  A
As vacas Maria-Preta, a Tirolesa e a Prenda
  A7           D      E7                   A
Na varanda tábua grande cheia de queijo curado
               E7           D             A
E mamãe assando pão no forno de lenha ao lado
       D       E7        	   A
Nossa reserva de mata, linda floresta fechada
        E7             D         E7           A       E7 A A7 D E7 A E7 A
As trilhas fundas do gado retalhando a invernada
A          E7         A         D             A
Queria rever o sol com seus raios florescentes
A        E7           A                        E7
escondendo atrás da serra roubando o dia da gente
O pé de dama-da-noite junto ao mastro de São João
          D        E7            A
Que até hoje perfuma a minha imaginação
 A7           D       E7                  A
O caso é que eu não posso fazer o tempo voltar
         E7           D                   A
Sou um cocão sem chumaço que já não pode cantar
      D             E7     	                A
vou vivendo na cidade perdendo as forças aos poucos
     E7             D         E7        A
Mas não consigo perder o meu jeitão de caboclo.

 

Encantos Da Natureza
Tom: A
A                             E7
Tu que não tiveste a felicidade
                          A
Deixa a cidade, vem conhecer
                                     E7
Meu sertão querido meu reino encantado
                               A
Meu berço adorado que me viu nascer
                   D                   E7
Venha o mais depressa, não fique pensando
                                A
Estou te esperando para-te mostrar
                                        E7
Vou mostrar os lindos rios de águas claras
                              A    E7    A     E7
E as belezas raras do nosso luar
A                                    E7
Quando a lua nasce, por detraz da mata
                             A
Fica cor de prata, a imensidão
                              E7
Então fico horas e horas olhando
                             A
A lua  banhando la no ribeirão
                 D               E7
Muitos não se importam, com este luar
                                   A
Nem lembra de olhar, o luar na serra
                                    E7
Mais estes não vive, são seres humanos
                               A       E7   A   E7
Estão vegetando, em cima da terra
 A                                   E7
Quando a lua esconde, logo rompe aurora
                           A
Vou dizer agora, do amanhecer
                                   E7
Raios vermelhados, riscam o horizonte
                                A
O sol lá no monte, começa a nascer
             D                E7
Lá na mata canta, toda passarada
                            A
E lá  na paiada, pia o chororó
                                 E7
O rei do terreiro, abre a garganta
                                A   E7   A   E7
Bate a asa e canta em cima do paio
 A                                  E7
Quando o sol esquenta, cantam cigarras
                                      A
Em grande algazarra na beira da estrada
                                  E7
Lindas borboletas, de variadas cores
                                   A
Vem beijar as flores já desabrochadas
        D                      E7
Este pedacinho de chão encatado
                             A
Foi abençoado, por nosso senhor
                                 E7
Que nuca nos deixa faltar no sertão
                         A    E7  A
Saúde união a paz e o amor
Mercedita
Tom: A
Intro:  Am  E7   E   Am  Dm   Am    E
                A7      Dm       G7
Recordo com saudades seus encantos mercedita
 C         Am            E7
perfumada flor bonita me lembro de uma vez
  Am          A7     Dm          G7
a conheci no campo muito longe numa tarde
  C     Am        E7   E   Am   Dm   Am   E
hoje só ficou saudade desse amor que se desfez
  Am
e assim nasceu, o nosso querer
  E7
com ilusão, com muita fé
  E
mas eu não sei,
 Am           Dm        Am       E
porque essa flor deixou-me dor e solidão
  Am
Ela se foi, com outro amor
  E7
e assim me fez, compreender
      E
o que é querer
  Am          Dm        Am        E
o que é sofrer porque te dei meu coração
                A7      Dm       G7
E o tempo vai passando e as campinas verdejando
  C         Am            E7
e a saudade só ficando dentro do meu coração
  Am          A7     Dm          G7
Mas apesar do tempo, ja passados mercedita
  C     Am        E7   E   Am   Dm   Am   E
sua lembranca palpita na minha triste canção
     Am
e assim nasceu, o nosso querer
    E7
com ilusão, com muita fé
   E
mas eu nao sei,
  Am          Dm        Am        E
porque essa flor deixou me dor e solidão (2x)
  Am
Ela se foi, com outro amor
  E7
e assim me fez, compreender
   E
o que é querer
  Am          Dm        Am        E
o que é sofrer porque te dei meu coração

 

 

Só o amor (solo el amor)
Tom: G
Intro:D-G-Em-A-G-)
 G                       Em    D
Por amor sofri algumas vezes,eu recordo a primeira 
   A      G                D              Em 
ocasião,por amor robei a primeira,com suas flores 
               A     G    
eu fiz essa canção,por amor perdemos a 
  Em         D                     A    G
consciência,e deixamos livre o coração,o amor se 
                D          Em
entrega e não se penssa,pode mais a fé que a 
  A     G                 D      Em        A    G  
razão,se você vive só e abatido,deveria pensar,que 
                   D        Em             A
passamos todos pela vida,mais a alma é imortal,ah,ah
(Refrão)
  D        A         D                      A
Só o amor é a saida limpa constroi e consegue 
        G                     D             Em
propria,somente o amor,oh,oh,cura a ferida que 
                  A               D        A 
alguma vez nós causou tanta dor.Só o amor é a saida 
  D                      A         G
limpa constroi e consegue propria,somente o 
           D            Em 
amor,oh,oh,cura a ferida que alguma vez nós 
   A          
causou,oh,oh,tanta dor,oh,oh.(intro:D-G-Em-A-G-)
  G                 Em            D
Por amor morreu crucificada,a esperança da 
     A      G                  D     Em  
Humanidade,o amor é a fruta sagrada,a promessa de 
           A      G                     Em
nossa liberdade,por amor perdemos a consciência,e 
  D                 A     G                       D 
deixamos livre o coração,o amor se entrega e não se 
          Em                   A    G 
penssa,pode mais a fé que a razão,se você vive só 
    D      Em        A     G                   D 
e abatido deveria pensa,que passamos todos pela 
        Em                   A                  
vida mais a alma a alma é imortal,ah,ah,oh,oh
(Refrão)
 D             A          D                     A
Só o amor,oh,oh,é a saida,limpa constroi e consegue 
         G                    D
propria somente o amor,oh,oh,cura a ferida que 
        Em                 A     D              A
alguma vez nós causou tanta dor,só o amor,oh,oh,é a 
           D                     A          G 
saida,ah,limpa constroi e consegue propria,somente 
        D               Em                A
o amor cura a ferida que alguma vez nós causou,oh 
   (-D-G-Em-D-A-D-) (FINAL)
tanta dor.               
Do Outro Lado Do Rádio
Tom: F#
Intro: 
        D#m             F#      D#m             F#
E|-------------------------------------------------
B|-7P6---------------------7P6---------------------
G|-----6-8----6H8-6H8-6--------6-8----6H8-6H8-6----
D|----------8-----------8-----------8-----------8--
A|-------------------------------------------------
E|-------------------------------------------------
F#            D#m
Hei, você do outro lado do rádio
   B
Escute esta canção que fala
       D#m
De um amor que talvez nunca tenha amado
   B
A voz de um coração não cala
   C#
Você talvez não tenha escutado
       B
São pequenas emoções, pequenas festas
        D#m
Que acontecem num silêncio às vezes em simples conversas
   B                          C#
A vida, mesmo que às vezes sofrida
B                    C#                F#   C#
É tão curta e tão bonita pra não ser vivida
(refrão)
F#                           F# C#/F D#m
Como se fosse uma neblina no vento
                                       G#m
Mudando a forma de qualquer pensamento
                      G#m/F#          C#
Como uma estrela iluminando um desejo
                                 F#
Pelo espaço no calor de um beijo
                                 F# C#/F D#m
Como se alguém chegasse vindo do nada
                                G#m
Ao som apaixonado de uma balada
                       G#m/F#          C#
Como se um grande amor viesse num raio
E apagasse o que não se acende mais
             D#m
Do outro lado do rádio
        D#m             F#      D#m               F#
E|---------------------------------------------------
B|-7p6---------------------7P6----------6-7P6---6----
G|-----6-8----6H8-6H8-6--------6-8----8-------8------
D|----------8-----------8-----------8-------------8--
A|---------------------------------------------------
E|---------------------------------------------------
       B
São pequenas emoções, pequenas festas
        D#m
Que acontecem num silêncio às vezes em simples conversas
   B                          C#
A vida, mesmo que às vezes sofrida
B                    C#                F#   C#
É tão curta e tão bonita pra não ser vivida
Refrão
F#                           F# C#/F D#m
Como se fosse uma neblina no vento
                                       G#m
Mudando a forma de qualquer pensamento
                      G#m/F#          C#
Como uma estrela iluminando um desejo
                                 F#
Pelo espaço no calor de um beijo
                                 F# C#/F D#m
Como se alguém chegasse vindo do nada
                                G#m
Ao som apaixonado de uma balada
                       G#m/F#          C#
Como se um grande amor viesse num raio
                                    F#
E apagasse o que não se acende mais
                             F# C#/F D#m
Como se fosse uma neblina no vento
                                       G#m
Mudando a forma de qualquer pensamento
                      G#m/F#          C#
Como uma estrela iluminando um desejo
                                 F#
Pelo espaço no calor de um beijo
                                 F# C#/F D#m
Como se alguém chegasse vindo do nada
                                G#m
Ao som apaixonado de uma balada
                       G#m/F#          C#
Como se um grande amor viesse num raio
E apagasse o que não se acende mais
             D#m
Do outro lado do rádio
        D#m             F#
E|-------------------------
B|-7P6---------------------
G|-----6-8----6H8-6H8-6----
D|----------8-----------8--
A|-------------------------
E|-------------------------
Correnteza De Emoção
Tom: C
Intro: C  G  Am  Em  F  Em  Dm  G 
 C                 G                   Am 
Da janela vejo o sol na nuvem se esconder 
                     Em 
Quando eu vi você um dia desaparecer 
F                   Em              Dm    G 
Nosso amor foi uma tempestade de verão 
C                   G                     Am 
Que chegou tão de repente e se apossou de mim 
                      Em              F 
Foi tão lindo que sem medo fui dizendo sim 
                  Em               Dm      G7 
Mergulhando numa correnteza de emoção 
    C                    G                      Am 
Um raio de energia cristalina de loucura e de prazer 
            Em                  F 
Fez um arco íris no meu céu aparecer 
              Em             Dm       G 
Veio como uma força de inundação, de amor 
 C                        G                   Am 
Me vi num oceano de água doce numa ilha tropical 
               Em          F             G            C   G 
Assim como se fosse um colegial, um adolescente um sonhador 
          C            G             Am 
Depois o vento te arrancou dos braços meus 
           Em           F 
Deixando a sombra de um adeus 
            Em               Dm    G 
Chuva de saudades no meu coração 
       C              G            Am 
E da janela eu me pergunto onde andará 
           Em           F 
Se me esqueceu se vai voltar 
             G                C             G 
Pra mandar embora a minha solidão 
( C  G  Am  Em  F  Em  Dm  G ) 
Uma Coisa Puxa Outra
Tom: E
Intro: E B7 E B7 E (2x)
        B7 E
E|-------------------------------------------------------------|
B|----0--------------0---------------0--------------0----------|
G|-------------------------------------------------------------|
E|---------2s7-7-----------2s5-5----------2s5-4----------2p0-0-|
B|-0----4---------0----4----------0----4---------0----4--------|
                  
                                 |       3x      |Harm|
E|-------------------------------|---------------|-12-|
B|----0--------------0-----------|----0----------|-12-|
G|-------------------------------|---------------|-12-|
E|---------2s7-7-----------2s5-5-|---------2s7-7-|-12-|
B|-0----4---------0----4---------|-0----4--------|----|
 E                         B7            E
O machado sem o cabo, não bota mata no chão,
    B7            E          B7            E
comandante sem soldado, não forma seu batalhão,   (riff)
       F#            B       F#              B    B F# B
sem bagunça sem baderna, quero ver minha nação.
 E                         B7            E
Uma coisa puxa outra, vai aqui minha opnião,
   B7               E         B7           E
traidor da minha patria, não mereçe meu perdão.
(intro)
                            B7             E
Sem o policial na rua, não trabalha o escrivão,
     B7           E         B7          E
sem juiz sem delegado, não existe a prisão,     (riff)
    F#           B        F#                B   B F# B
o juiz e o delegado, faz a lei entra em ação.
  E                        B7            E
Uma coisa puxa outra, vai aqui minha opnião,
   B7              E       B7               E
o malandro vira santo, quando o advogado é bom.
(intro)
                           B7           E
Sem o animal de raça, não existe exposição,
     B7              E         B7        E
sem disputa sem torneio, não existe campeão,     (riff)
    F#              B        F#             B    B F# B
sem boiada e sem tropa, não tem festa do peão,
  E                        B7            E
Uma coisa puxa outra, vai aqui minha opnião,
     B7          E         B7            E
o rodeio de Barretos, da um show de tradição.
(intro)
                             B7         B   E
Sem o braço do caboclo, não existe produção,
    B7                E          B7             E
não tem soja não tem trigo, nem arroz e nem feijão, (riff)
     F#             B         F#             B      B F# B
sem auxilio da lavoura, não vai nada pro fogão.
  E                        B7           E
uma coisa puxa outra, vai aqui minha opnião,
       B7         E          B7         E
o que seria da cidade, sem ajuda do sertão.
(intro)
                              B7              E
Sem trabalhao e sem luta, a gente não ganha o pão,
     B7               E         B7          E
sem preguiça e sem moleza, a gente vira patrão,    (riff)
     F#               B        B7              B   B F# B
pra quem gosta de moleza, eu dou sopá de algodão.
   E                        B7           E
uma coisa puxa outra, vai aqui minha opnião,
     B7                E        B7              E
todos que vivem na sombra, derramou o suor no chão.
(riff)
              b c b
E|-----------7-7-7-|
B|-----------7-7-7-|
G|-----------7-7-7-|
E|--2--------7-7-7-|
B|--4--0--2--7-7-7-|
(viola Afinada em Cebolão Mi)
Tenho Que Sonhar
Tom: E
Intro: E A E A
E                B      C#m         B
 Que droga de paixão que me prendeu
E            B     A          B
 Quase me matou, me enlouqueceu
E           B     C#m        B
 Foi um vendaval dentro de mim
E             B        E
 Explosão de amor que não tem fim
B                    A
  Uma dose de amor fatal
                  E
Doce sabor de paixão
B                        A
  Provei gostei mas me dei mal
                  B (A G#m B/F#)
Embriagou meu coração...
(refrão)
E                                        C#m
  E agora o que é que vou fazer pra sair dessa
                                      A
Outra pessoa, outro amor não me interessa
               B
Tem que ser você
E                                     C#m
  Eu sinto a sua falta, eu morro de desejo
                                         A
Eu fecho os olhos, sinto o gosto do seu beijo
                    B
Não dá pra te esquecer
    A   G#m F#m F#/E      B
Seu amor ficou   no   meu olhar
            A G#m F#m F#/E       B
Será que um  dia    você    vai voltar
        E
Tenho que sonhar
(solo) E B/D# A E B A
B                    A
  Uma dose de amor fatal
                  E
Doce sabor de paixão
B                        A
  Provei gostei mas me dei mal
                  B (A G#m B/F#)
Embriagou meu coração...
(refrão 2x)
E                                        C#m
  E agora o que é que vou fazer pra sair dessa
                                      A
Outra pessoa, outro amor não me interessa
               B
Tem que ser você
E                                     C#m
  Eu sinto a sua falta, eu morro de desejo
                                         A
Eu fecho os olhos, sinto o gosto do seu beijo
                    B
Não dá pra te esquecer
    A   G#m F#m F#/E      B
Seu amor ficou   no   meu olhar
            A G#m F#m F#/E       B
Será que um  dia    você    vai voltar
        E      B/D# A
Tenho que sonhar
        E
Tenho que sonhar
Rolinha Cabocla
Tom: A
Intro:  E7 A
A              E7
De tarde volto da roça
    D    E7         A
E descarrego os cargueiros
                  E7
Eu solto a tropa no pasto
D          E7      A
Prendo o baio no potreiro
  Bm               A
Boto milho pras galinhas
  Bm              A
Boto milho no chiqueiro
                 E7
Aparto todo meu gado
  D      E7          A
Todo meu gado leiteiro
A                E7
Depois de todo trabalho
 D    E7             A
Eu volto pra descansar
                E7
E na soleira da porta
   D           E7        A
Eu sento pra caximbar
  Bm             A
Ali eu vou me entretendo
  Bm               A
Vendo as rolinhas voltar
                 E7
Pois moram todas comigo
  D                E7       A
Nas árvores do meu quintal
 A               E7
Deste bando de rolinhas
 D            E7           A
Só uma não quer ficar
             E7
É uma rolinha arisca
 D     E7            A
Que muito me faz penar
  Bm               A
Esta rolinha que eu digo
  Bm               A
É a derradeira a passar
                  E7
Deixando o ninho já feito
 D        E7             A
Pra noutros ninhos ir pousar
A                 E7
Se essa rolinha cabocla
 D        E7         A
Que passa por meu caminho
                      E7
Bem sabe que nesse rancho
 D        E7          A
Vive um caboclo sozinho
  Bm             A
Rolinha se tu quiseres
  Bm                A
Eu te darei meus carinhos
                 E7
Um é pouco dois é bom
D         E7              A
Pra viver dentro de um ninho
A               E7
Se tu rolinha malvada
 D    E7          A
Soubesse a vida cruel
                    E7
Que eu vivo só nesse rancho
 D     E7           A
Sem carinho de mulher
  Bm                  A
Rolinha em forma de gente
   Bm               A
Que passa por meu sertão
            E7
Hás de cair no laço
 D         E7          A
Que eu fiz no meu coração

 

Cobra Venenosa
Tom: C
Intro:  ( C G7 C G7 C )
(declamando)
Você talvez não conhece, o veneno que as cobras têm.
Pois elas quando dá o bote balança o guizo também.
A cascavel é traiçoeira, quando ela quer se vingar,
Balança o guizo contente na hora dela picar.
A urutu é perigosa, de ruim não se manifesta,
É cobra tão venenosa que traz uma cruz na testa.
Jaracuçu Deus nos livre quando ela chega a picar,
Porque deixa o sinar dos seus dentes e a cicatriz no lugar.
Mas eu lhes digo a verdade.
Por cobra já fui picado,
Por cascavel, caninana, urutu esse malvado e, de todas eu já me livrei.
Esse veneno "Amargura" existe um contra veneno por isso tudo se cura.
Mas tem uma cobra do mato, uma cabocla lá do sertão,
Que trás o veneno nos zóio e ataca no coração.
Dessa uma vez fui picado um dia só por mardade,
Que ainda trago no peito a cicatriz da saudade.
(cantando)
C                   G7                     C
Já vai fazer quase um ano que eu deixei o meu sertão,
 F             C         G7                  C      C7
Por um veneno dos olhos que atingiu meu coração.
 F              G7
Uma cabocla do mato, que tanto mal tem me feito.
 C         G7   F           G7            C
Uma olhada me deu, foi um veneno perfeito.
C               G7                     C
Essa cobra venenosa, cobra em forma de gente.
 F          C       G7                        C      C7
Talvez a mais perigosa, pode matar de repente.
 F                                         G7
Procurei tantos remédios, andei por toda cidade.
 C      G7       F          G7                C
Mas tal qual não existe, nada que cure a saudade.
O Último Dos Carreiros
Tom: A#
Intro: A#  F  A#  F D#  F7  A# 
A#                 F7 
COM MINHA JUNTA DE BOIS 
                       A# 
EU PEGO O RUMO DA ESTRADA 
                   F7 
RECONHEÇO QUE SOU VELHO 
                  A#      A#7 
ESTOU NO FIM DA JORNADA 
      D# 
SOBERBO VOU RESISTINDO 
        F7          A# 
O TRANSPORTE DA PESADA 
                        F7 
SOMENTE O IMPLACÁVEL TEMPO 
                  A# 
VAI FORÇAR MINHA PARADA 
F7   A#         F7      A#   F7 A# 
EEE      BOI,     EEE    BOI 
               F7 
MEU AVÔ ERA CARREIRO 
                   A# 
O MEU PAI TAMBÉM JÁ FOI 
                 F7 
A HERANÇA DELES CARREGO 
                 A#   A#7 
NO VELHO CARRO DE BOI 
       D# 
EU VOU CUMPRIR ESTA SINA 
        F7          A# 
DE UMA LONGA GERAÇÃO 
                    F7 
EMBORA OS TEMPOS MUDARAM 
                     A# 
MAS MANTENHO A TRADIÇÃO 
 F7        A#        F7       A#    INTRO. 
EEE     BOI,     EEE    BOI 
A#              F7 
MEU CARRO JÁ CARCOMIDO 
                 A# 
SIMBOLIZA UM PASSADO 
                        F7 
OS SEUS COCÔES RAGEM TRISTE 
                   A#   A#7 
PROTESTAM MUITO MAGOADOS 
         D# 
DO PROGRESSO QUE DESTRÓI 
          F7          A# 
NOSSA ESTRADA CARRETEIRA 
                  F7 
O ASFALTO VAI APAGANDO 
                   A# 
TODO O ENCANTO DA POEIRA 
F7         A#         F7      A#  F7  A# 
EEE     BOI,     EEE    BOI 
                     F7 
ENQUANTO EXISTIR ESTRADA 
                    A# 
QUE O CARRO POSSA RODAR 
                      F7 
SOU O ÚLTIMO DOS CARREIROS 
             A#     A# 
BRAVO HERÓI A CANDEAR 
         D# 
QUANDO EU FOR PRA ETERNIDADE 
        F7          A# 
ESTE CARRO VAI PARAR 
                      F7 
A PROFISSÃO DE CARREIRO 
                       A# 
NÃO TENHO PRA QUEM DEIXAR 
  F7       A#        F7       A# 
EEE     BOI,     EEE    BOI 
 F7       A#        F7       A# 
EEE     BOI,     EEE    BOI 
Boiada
Tom: Am
Intro: 2x Am G F E 
 Am 
Tem boiada aqui, tem boiada ali 
                             G 
Tem boiada por todo esse sertão 
                            F 
Tem tropa arriada nesse estradão 
                             E 
Dá pra ver de longe pelo poeirão 
 Am 
Toque de berrante tem madrinheiro 
                              G 
Tem mula de trote, potro ligeiro 
                         F 
Peão desgarrado sem paradeiro 
                        E 
Esta é a vida de um boiadeiro 
 Am                    G 
Ei corre e cerca, atalha...É boi 
                     F 
Que se não espalha...É boi 
                   E 
E gado espalhado é trabalho dobrado 
Am                    G 
Ei corre e cerca, atalha...É boi 
                     F 
Que se não espalha...É boi 
                   E 
E gado espalhado é trabalho dobrado 
 Am       G       F E F 
E boi, e boi, e boi. 
(Intro 2x) 
 Am 
Para o gado aqui, desarreia a tropa 
                                 G 
Acende a fogueira, vê sê não enrola 
                              F 
Que mágoa de boiadeiro só consola 
                              E 
Com pinga da boa e moda de viola 
 Am 
Deixa a noite linda, toda estrelada 
                                G 
Cobrir com seu manto toda essa boiada 
                              F 
E amanhã bem cedo acorda a peonada 
                                    E 
Quero a nuvem branca de gado na estrada 
Am                    G 
Ei corre e cerca, atalha...É boi 
                     F 
Que se não espalha...É boi 
                   E 
E gado espalhado é trabalho dobrado 
Am                    G 
Ei corre e cerca, atalha...É boi 
                     F 
Que se não espalha...É boi 
                   E 
E gado espalhado é trabalho dobrado 
 Am       G       F E F 
E boi, e boi, e boi. 
 Am                          Dm E Am 
Tem boiada aqui, tem boiada ali. 
Amiga
Tom: D
Intro: D A D G Bm F#m G D Em G D G
O solo é feito nas cordas A e B simultaneamente, como mostro no tab.
E|---------------------------------3--0-----------------------
B|-3-5-7-5-3--12--12-14-16-17-16---3--2---7--9-10-12-14-15----
G|---------------------------------0--2-----------------------
D|---------------------------------0--2-----------------------
A|-5-7-9-7-5--10--10-12-14-15-14---2--0---9-10-12-14-16-17----
E|---------------------------------3--X-----------------------
E|------------------------------------------------------------
B|-15-14-12-10---8-10-12-10--8-10--14-15--8--3-5--8-7-5-3---8-
G|------------------------------------------------------------
D|------------------------------------------------------------
A|-17-16-14-12--10-12-14-12-10-12--16-17-10--5-7-10-9-7-5--10-
E|------------------------------------------------------------
D                    G
Você não aceita que eu 
              D   G
Te chame de amor
D                           D9
Diz que não sente nada por mim
             A
Pra eu entender
G
Que é coisa da minha cabeça
              D
Que é tudo ilusão
          Bm             A
Mas na madrugada, na solidão,
          G                 D  G
Liga me dizendo preciso te ver
D
E quando me encontra 
G                     D   G
Seus olhos brilham demais
D                          D9
Incrível, mas sinto que em mim
             A
Encontras a paz
G
Por mais que você queira ser
             D
Só a minha amiga,
              Bm
Seus olhos te traem,
                A
Aos poucos te obrigam
      G         A           D  G
A admitir que existe algo mais
D
Amiga não beija assim
    A
Me abraçando me envolvendo
Amiga não fica ofegante
    G               D   G
Amiga não fica tremendo
D
Amiga não fica boba,
D7                  G
Quando recebe uma flor,
                   D
Amiga não é desse jeito
 G         A    D G D    INTRO
Amiga não faz amor
Um coração em um Milhão
Tom: E

E                              B7
O doce encanto que eu tanto esperei
          C#m                 Cm
Só se revelou quando te encontrei
A                      E
O teu perfume ainda no ar,
              Fm             B7
Teu jeito de amar, me apaixonei
E                   B7
Um coração em um milhão
                 C#m
O brilho de um olhar
            Cm
Entre os olhares
A                            E
Teus beijos se encontram nos meus
                Fm
Meus sonhos são teus
B7                      E
Alguém especial entre milhares
E
Mulher
                 B7
Meu sonho é te ouvir
                C#m
Quando eu for dormir
                 Cm
Encostar em teu peito
A                     E
Assim, te amar sem segredo
             F#
Viver no aconchego
           B7
Do teu coração
E
Mulher
                    B7
Me acolhe em teus braços
         C#m                  Cm
Igual a raiz quando abraça o chão
A                  E
Assim, amor eu te vejo
            F#
Meu louco desejo
B7                  E
Um coração em um milhão
Samba e Forró
Tom: G
G
Juntei samba e forró
                D7
Meu Brasil remexeu
               C 
O trem ficou bom
            G 
O "coro" comeu  
G                          D7 
É no firim fim fim da sanfona
               C
Cavaco, pandeiro, 
              G
Zabumba e viola
G
E no toque da caixa
             D7 
Eu vou com você
      C       G 
Balancê balancê
G
A gente se encaixa
              D7
Põe pra derreter
      C       G 
Balancê balancê
G
Se tem samba no pé quebra 
              D7
Que eu quero ver
      C       G   
Balancê balancê
G 
Quero ver levantar 
              D7 
Sua saia vou ver 
      C       G
Balancê balancê
Tem Alguém No Seu Lugar
Tom: G
Intro: G , D , C , D  
G               D          C      D     G  
Ontem ela me ligou   E chorou de soluçar, 
                   D       C                 D  
Implorando o meu perdão   Me pedindo pra voltar 
G                   D            C        D     G  
Diz que anda tão carente   Mergulhada em solidão 
              D              C            D        G  
E  só agora percebeu   Que o seu grande amor sou eu 
             C         D        G  
Ainda sou o dono   Do seu coração... 
  
D                                    C  
Eu me lembro aquele dia   Que você saiu, 
                                       G  
Chamei, gritei seu nome   Você nem me ouviu 
                             D  
E por aí sem medo foi se aventurar...  
                               C  
O tempo passou você não quis voltar 
	                      G  
O meu coração cansou de te esperar. 
	                              D  
A dor de um amor só outro amor pode curar  
C              D         G  
Já tem alguém em seu lugar ... 
(Solo: G , D , C , D , G , C , D , Bm , C , G , D ) 
G                   D            C        D     G  
Diz que anda tão carente   Mergulhada em solidão 
              D              C            D        G  
E só agora percebeu   Que o seu grande amor sou eu 
             C         D        G  
Ainda sou o dono   Do seu coração... 
  
D                                    C  
Eu me lembro aquele dia   Que você saiu, 
                                       G  
Chamei, gritei seu nome   Você nem me ouviu 
                             D  
E por aí sem medo foi se aventurar...  
                               C  
O tempo passou você não quis voltar 
	                      G  
O meu coração cansou de te esperar. 
	                              D  
A dor de um amor só outro amor pode curar  
C              D         G  
Já tem alguém em seu lugar. 
C              D         G  
Já tem alguém em seu lugar.
Coração De Menino
Tom: C
Intro: C Dm G C Dm G C 
C                  Dm 
Um dia vai e outro vem 
G                  C 
Espero o tempo que for 
                   Dm 
Vivendo longe de alguém 
G                    C 
Sou beija-flor sem a flor 
                      G 
Quem parte, leva a certeza 
               F               C 
Mas deixa a saudade coberta de dor 
                   G 
Quem fica, dorme sozinho 
              F                   C 
Chorando os espinhos morrendo de amor 
                   Dm 
Um dia vai e outro vem 
G                   C 
Espero o tempo que for 
                    Dm 
Vivendo longe de alguém 
G                    C 
Sou beija-flor sem a flor 
G                     C 
Coração de menino esperando na janela 
       Dm          G         C 
Lá vem ela, lá vem ela, toda bela 
G                       C    
Coração de menino é uma porta sem tramela 
       Dm           G        C 
Lá vem ela, lá vem ela, toda bela 
D                  Em 
Um dia vai e outro vem 
A                  D 
Espero o tempo que for 
                   Em 
Vivendo longe de alguém 
A                    D 
Sou beija-flor sem a flor 
 
                      A 
Quem parte, leva a certeza 
               G               D 
Mas deixa a saudade coberta de dor 
                   A 
Quem fica, dorme sozinho 
              G                  D 
Chorando os espinhos morrendo de amor 
D                  Em 
Um dia vai e outro vem 
A                  D 
Espero o tempo que for 
                   Em 
Vivendo longe de alguém 
A                    D 
Sou beija-flor sem a flor 
A                     D 
Coração de menino esperando na janela 
       Em          A         D 
Lá vem ela, lá vem ela, toda bela 
A                       D    
Coração de menino é uma porta sem tramela 
       Em           A        D 
Lá vem ela, lá vem ela, toda bela 
A                     D 
Coração de menino esperando na janela 
       Em          A         D 
Lá vem ela, lá vem ela, toda bela 
A                       D    
Coração de menino é uma porta sem tramela 
       Em           A        D 
Lá vem ela, lá vem ela, toda bela 
       Em           A        D 
Lá vem ela, lá vem ela, toda bela 
       Em           A        D 
Lá vem ela, lá vem ela, toda bela 

 

Pra Sempre Te Amar
Tom: G
Intro: G D Em C (2x)
G                     D
Não somos duas crianças
                Em
Nosso mundo mudou
       C                  
O sentido e a razão
G            D
O amor cresceu
              Em
E a gente perdeu
       C
O caminho da paixão
( G D Em C )
Você sumiu lá de casa
Não te vejo na rua
E mudou o celular
O que vou fazer
Pra você saber
Que eu preciso te falar
REFRAO:
G                 D                  Em
Ainda guardo bilhetes que me escreveu
           C                     G
Nossas fotos por todo lugar
                   D                  Em
Ainda morro de desejo por um beijo seu
         C                    G
Eu te amo e sempre vou te amar
D     Em   
Haha, haha
           C
Eu te amo e sempre vou te amar
Quase Louco
Tom: E
Intro: E A E A E A E A B E 
E 
Lá fora a chuva cai e aqui dentro o amor não sai 
                             A 
Esse sentimento vai ficar, tomar conta de mim 
E 
Eu não me acostumo sem você hoje eu assumo 
                                    A 
Que te amo não consigo não dá pra viver assim 
Pensando em você, não paro de escrever 
               F#m                 E 
Memórias, pensamentos, minhas fantasias, dias  
   A 
E noites de saudade a andar pela cidade 
    F#m              B      
Mas tudo é deserto e só dentro de mim 

        E 
Meu coração 
                  B               C#m 
Não dorme, não descansa nessa solidão 
              B                C#m 
Ainda posso ouvir você dizendo não 
                B                 A   B 
Batendo a porta indo me deixando aqui 
      E 
O dia vem 
              B                     C#m 
O sol agora aquece tudo o que há lá fora 
                  B               C#m 
Mas aqui dentro o frio ainda me devora 
               B               A   G#m 
Pois só o seu amor pode me aquecer 
     F#m         B           E 
To ficando quase louco sem você 
... C#m 
     F#m          B          E    C#m 
To ficando quase louco sem você 
     F#m          B          E 
To ficando quase louco... 
Sertanejo De Coração
Tom: C
C 
Vivo aqui neste sertão 
	            G 
Meu patrao aqui sou eu 
aqui eu tenho de tudo 
                      C 
presente que Deus me deu 
Madrugada o galo canta 
e a gente ja levanta 
    C7            F 
pra fazer a obrigação 
         G           C 
todos juntos num sorriso 
                    G 
fazemos o que é preciso 
                  C 
com grande satisfação 
Refrão  
C          G 
Eu nasci aqui 
             C 
aqui vou morrer 
            G            F             C 
eu sou sertanejo e tenho orgulho em dizer  (BIS) 
C 
Tudo aqui é muito simples 
                G 
diferente da cidade 
mas nossa alimentação 
                  C 
é da melhor qualidade 
remédio aqui sao as plantas 
bebemos água da fonte 
     C7              F 
Que nasce no pé da serra 
    G              C 
comemos o que plantamos 
                         G 
com as nossas próprias mãos 
                   C 
nessa abençoada terra 
(Repitir refráo no final) 
Difícil Não Falar de Amor
Tom: D
Intro:  D D4 D9  D D4 D9  D D4 D9  D D4 D9
 
D             D4 D9    D    D4 D9
Eu já te escrevi mil cartas
D             D4 D9    D    D4 D9
A chuva ainda não passou
D             D4 D9    D    D4 D9
O tempo não apaga marcas
D             D4 D9    D    D4 D9
Difícil não falar de amor
A     G          D
Penso tanto em você
A     G          D
Penso tanto em você
A     G          D  D4 D9 D  D4 D9
Penso tanto em você
D             D4 D9    D    D4 D9
Flores nascem nas esquinas
D             D4 D9    D    D4 D9
O vento ainda sopra frio
D             D4 D9    D    D4 D9
Frases que não te fascinam
D             D4 D9    D    D4 D9
Coisas que você nem viu
A     G          D
Penso tanto em você
A     G          D
Penso tanto em você
A     G          D  D4 D9 D  D4  D9
Penso tanto em você
A          Bm
Me joguei no chão
G  A         D
Da sala de estar
A            Bm
Tudo em minhas mãos 
G       A     D
Nada em seu olhar
A primeira Letra
Tom: Eb
Intro: Eb9  F  Gm  Gm  F  Eb9  F  Bb9 
    Bm                   G             Bm 
Não sei o que se passa dentro da Sua cabeça 
   E             Bm                   E
Será que pede a Deus pra que eu te esqueça
   F              Dm                  Gm  
Será que tambem chora e como eu está sofrendo
   E            C            F
Será que não demora e vai voltar correndo
     B                Gm         
No fundo a gente sabe o que está acontecendo
   E            Bm            E       
Você foi me ganhando, eu te perdendo
   F                         D        Gm 
Está em minha cara, eu não consigo disfarçar
     E          C         F 
Há sempre uma lágrima em meu olhar
(Pré Chorus)
                   E  
Quando amanhece o dia e quando a noite invade 
             Bm
Numa fotografia eu morro de saudade
                 F
Quando sonho contigo e acordo sozinho
             F 
É dor é solidão é cama de espinho
(Chorus)
               Bm                   
Há sempre uma lágrima em meu olhar
                 G
Meus olhos te procuram pela multidão
               E                    F 
Tento te esquecer, mas não sei convencer
          Bm
Esse meu coração
               D
Há sempre uma lágrima em meu olhar
                 G                E
Não dá prá disfarçar e todo mundo vê 
                C                 F
Até mesmo a primeira letra do teu nome
         Bm 
Faz lembrar você
Descarados sem juizo
Tom: G
G 
Pode machucar 
        D 
Pode me maltratar 
      Dm         G7 
Pode até gritar  
       C 
No telefone 
   Cm 
Me magoar 
          G            Em 
Falar que não gosta de mim 
    A7 
Que mesmo assim  
                D            D7 
eu vou tentando te entender 
2º PARTE 
G 
Eu sou paciente 
       D 
 posso compreender 
         Dm       G7 
Que essa reação 
      C 
é o ciúme é a paixão 
        Cm 
Essa história de exclusividade 
       G            Em 
É só desejo é só vontade 
   A7  
Um beijo, um cheiro, um chamego, amor 
  D               D7 
E tudo acaba bem 
                  G 
Ai acaba a briga  
acaba o xingamento 
                Bm 
A gente até faz planos para o casamento 
               C                     Am  
È um tal de benzinho, cheirinho, amorzinho      
 É um grude 
     D                     D7 
É paixão pra vida inteira 
              G 
E se pisar na bola 
Vira confusão 
                 Bm 
E se chegar mais tarde é tapa é biliscão 
                C 
É um tal de cai fora 
vai embora 
   Am 
se manda 
                D               D7 
e quem é que consegue entender 
                G   
Sem vergonha eu e você 
     Bm          C 
Descarados sem juízo 
D               G    
Sem vergonha eu e você 
     Bm          C 
Descarados sem juízo 
D               G 
Sem vergonha eu e você 
REPETE A PARTIR DA 2º PARTE 
Fazenda São Francisco
Tom: G
Intro: G D7 Em G D7 G.
G                  D7                         Em
Eu fiz a maior proeza pras bandas do rio da morte
                   D         D7               G
com outro caminhoneiro traquejado no transporte
                  C                          G
fui buscar uma vacada, para um criador do norte,
                   D         D7              G
na chegada eu precenti que era um dia de sorte
                     D           D7           G G D7 D7 G 
depois do embarque feito, só ficou um de corte....
Introdução de viola
G                D                          Em  
O mestiço era bravo, que até na sombra investia
                  D         D7               G
a filha do fazendeiro molhando os labios dizia
                    C                      G           
eu nunca beijei ninguém, juro pela luz do dia
                       D       D7          G  
mas quem montar nesse boi e tirar a valentia
                      D           D7            G D7
ganha meu primeiro beijo que eu darei com alegria
Introdução de viola
 G                   D7                         Em
Vendo a beleza da moça, meu sangue ferveu na veia
                       D         D7              G
eu calcei um par de esporas e passei a mão na peia
                     C                       G
peguei o mestiço a unha, rolei com ele na areia
                    D            D7            G
enquanto ele esperneava, fui apertando a correia
                           D             D7             G
mais quando eu sentei no lombo foi que eu vi a coisa feia....
Introdução de viola
 G                   D7                    Em
O boi saltou a porteira no primeiro rodopiado,
                   D        D7              G
numa ladeira de pedra, desceu pulando cortado, 
                 C                         G
saia lingua de fogo, cheirava chifre queimado,
                        D        D7          G
quando os cascos do mestiço batiam no lageado,
                    D          D7           G  
parou berrando na espora ajoelhando derrotado
  G                  D7                     Em
pra cumprir sua promessa, a moça veio ligeiro
                D         D7           G
e disse você provou ser peão e boiadeiro,
                         C                   G
dos prêmios que vou lhe dar, o beijo é o primeiro,
                D             D7             G
sua boca foi abrindo, seu olhar ficou morteito,
                 D         D7              G
nessa hora eu acordei abraçando o travesseiro...

Introdução de viola 2X
Vida de Pescador
Tom: E
Intro: E  A B7 E 
 
E                                                      B7 
Vou fazer o meu ranchinho na beira do rio só pra mim pescar 
                                                   E 
Pra fugir do baruião da cidade grande pra não estressar 
                               E7                 A 
Lá eu fico amoitado jogo o farelinho pra cevar o poço 
                    B7                          E 
Até esqueço que no banco eu to apertado até o pescoço 
 
 
E           A        B7        E  
Ah como é difícil a vida do pescador 
C#m                     F#m       B7        E 
De noite ele enrosca o anzol na gaiada da taboca 
A                     E     B7              E 
De dia ele queima no sol, dando banho na minhoca 
 
 
E                                                      B7 
Levanto de madrugada, pego a minha enxada e começo a cavar 
                                                            E 
Mas é pra arrancar minhoca pra pescar uns bagre pra nóis almoçar 
                                       E7                 A 
Depois ranco umas mandiocas e jogo na água que é pra estragar 
                    B7                             E 
Pra cervar peixe graúdo eu faço de tudo pra não trabaiá 
 
 
E           A        B7        E  
Ah como é difícil a vida do pescador 
C#m                     F#m       B7        E 
De noite ele enrosca o anzol na gaiada da taboca 
A                     E     B7              E 
De dia ele queima no sol, dando banho na minhoca 
 
 
E                                          B7 
Vou chamar o Anisião um caboclo bão pra tarrafiar 
                                                   E 
Ele dá uma tarrafiada que precisa quatro pra poder puxar 
                                E7                 A 
Um dia desses lá no corgo ele apinchou a sua tarrafinha 
                           B7                    E 
Pegou cinco giripoca, uma onça parda e dezoito galinha 
 
 
 
   
E           A        B7        E  
Ah como é difícil a vida do pescador 
C#m                     F#m       B7        E 
De noite ele enrosca o anzol na gaiada da taboca 
A                     E     B7              E 
De dia ele queima no sol, dando banho na minhoca 
 
 
E                                                        B7 
Tudo aqui no meu ranchinho é bem simplezinho vou falar procês 
                                                       E 
É um farturão danado, nóis pega dourado e solta outra vez 
                                E7                 A 
A peixei uma miúda mas tem uma vara que é pra comparar 
                                           B7               E 
Se não der um metro e meio nóis sorta o bichinho que é pra miorá 
 
 
E           A        B7        E  
Ah como é difícil a vida do pescador 
C#m                     F#m       B7        E 
De noite ele enrosca o anzol na gaiada da taboca 
A                     E     B7              E 
De dia ele queima no sol, dando banho na minhoca 
 
 
E                                                        B7 
Quando vai escurecendo nóis volta pro rancho, é hora de jantar 
                                                           E 
Um arroz com cambuquira, um franguinho caipira que é pra variar 
                                        E7                A 
Depois nós ferra no truco, joga umas partida que é pra relaxar 
                                           B7               E 
Aí nóis vai dormir tranqüilo pra no outro dia nóis voltar pescar! 
 
 
E           A        B7        E  
Ah como é difícil a vida do pescador 
C#m                     F#m       B7        E 
De noite ele enrosca o anzol na gaiada da taboca 
A                     E     B7              E 
De dia ele queima no sol, dando banho na minhoca
Quando Acaba Uma Paixão
Tom: F
Intro: F Dm Bb C 
           
                     F 
Quando acaba uma paixão 
                  Dm  
Os sorrisos se apagam 
               Bb 
E as falsas palavras 
           C 
Não dizem nada 
          F          C7 
É inútil conversar 
 
                     F 
Quando acaba uma paixão 
              Dm 
O carinho encomoda 
                  Bb 
Os olhares se desviam 
                C 
As bocas dizem não 
               F            C 
Já não querem se encontrar 
              F   
Procuram desculpas 
               C                  Bb 
De quem foi a culpa de outra desilusão 
Bbm 
Humm... (ohh..ohh...ohh...) 
        F             C           F 
E de repente o corpo mente pra emoção 
        F 
Se acaba o desejo de se tocar 
                                 Bb 
Se evitam os beijos na hora de amar 
             Bbm 
Tentando mentir pro coração 
                       F 
Deixando entrar a solidão 
 
Estranhos na cama, sem prazer 
                         Bb 
Almas distantes e um querer 
                  Bbm 
Já não existe solução 
                  C           F 
É triste quando acaba uma paixão 
F         Dm       C 
Ohh...ohh..ohh...       
                    F 
Quando acaba uma paixão 
               Dm 
Aparecem os defeitos 
             Bb 
E nada é perfeito  
               C 
Se perde o respeito 
                   F 
E até o direito de chorar 
 
Refrão 
Cabelo Loiro
Daniel
D                          C 
Cabelo loiro vai lá em casa passear 
                        G 
Vai, vai cabelo loiro 
              D7          G 
Vai cabar de me matar (2x) 
 
                    D 
Estou na sombra da noite 
                    C 
Pensando na luz do dia 
                    D7 
O dia inteiro penso estar 
                       D 
À noite em sua companhia 
 
         D                     C 
Cabelo loiro vai lá em casa passear 
                  G 
Vai, vai cabelo loiro 
       D7          G 
Vai cabar de me matar (2x) 
 
                D                         C 
Você disse que bala mata, bala não mata ninguém 
                     D7                    D 
a bala que mais me mata é o desprezo do meu bem 
 
          D                   C 
Cabelo loiro vai lá em casa passear 
                   G 
Vai, vai cabelo loiro 
       D7          G 
Vai cabar de me matar (2x) 
 
                     D                        C 
casa de pobre é ranchinho, casa de rico é de telha 
                D7                     D 
se ter amor fosse crime minha casa era cadeia 
 
        D                    C 
Cabelo loiro vai lá em casa passear 
                 G 
Vai, vai cabelo loiro 
      D7          G 
Vai cabar de me matar (2x) 
 
                        
                       D 
Quanto mais tu me despreza 
                       C 
A dor no meu peito inflama 
                    D7 
Quem eu quero não me quer 
                       D 
E quem eu quero não me ama 
 
        D                     C 
Cabelo loiro vai lá em casa passear 
                 G 
Vai, vai cabelo loiro 
      D7          G 
Vai cabar de me matar (2x) 
 
                        D 
Beija flor que beija a rosa 
                 C 
Se despede do jardim 
                  D7 
Assim fez o meu amor 
                  D 
Quando despediu de mim 
 
       D                     C 
Cabelo loiro vai lá em casa passear 
                 G 
Vai, vai cabelo loiro 
   D7          G 
Vai cabar de me matar (2x)
Quem diria, hein?
Tom: Dm
Intro: C7+ C7 C7+ C7 C7+
      Dm
Quem diria hein?!
    F                              G
A gente não se desgrudava o tempo todo
                 C           Em
Agora nem o endereço tenho
   Am
Eu conhecia cada palmo do seu corpo
            Dm
E agora nem seu telefone eu sei
        F                      G
Eu que vivia rindo a toa hoje choro e morro
        C
A cada dia sem ninguém
      F
Sem dizer também dos nossos planos
                                            Em
De se amar pra vida inteira que era nosso juramento
       Am
Hoje acordei e li uma nota no jornal
             Dm
Que me arrebentou por dentro
    F                             G
É a foto do meu grande amor com outro cara
                  C         G
Brindando o seu casamento
      C
E eu que imaginava que você me esperava
 Dm
Louca de saudade
      G               
Não sabia dos teus planos que roubavam nossos sonhos
C              G
Escondendo a verdade
         C                  Am
E em tão pouco tempo foi entregar o nosso amor
Dm
Pra outra pessoa
       G
Foi loucura, ilusão, se envolver nessa paixão
       C
E eu que imaginava que você me esperava
 F                 
Louca de saudade...
solo: G G G G C
      F
Sem dizer também dos nossos planos
                                            Em
De se amar pra vida inteira que era nosso juramento
       Am
Hoje acordei e li uma nota no jornal
             Dm
Que me arrebentou por dentro
    F                             G
É a foto do meu grande amor com outro cara
                  C         G
Brindando o seu casamento
      C
E eu que imaginava que você me esperava
 Dm
Louca de saudade
      G               
Não sabia dos teus planos que roubavam nossos sonhos
C              G
Escondendo a verdade
         C                  Am
E em tão pouco tempo foi entregar o nosso amor
Dm
Pra outra pessoa
       G
Foi loucura, ilusão, se envolver nessa paixão
       C
E eu que imaginava que você me esperava
 Dm
Louca de saudade
      G               
Não sabia dos teus planos que roubavam nossos sonhos
C              G
Escondendo a verdade
         C                  Am
E em tão pouco tempo foi entregar o nosso amor
Dm
Pra outra pessoa
       G
Foi loucura, ilusão, se envolver nessa paixão
C                C7+
E nem me diz porque
  F             C                 Dm
Não posso acreditar, tem outro em meu lugar
G           F   Dm   C
Vivendo com você
Enviada por Daniel
Desejo De Amar
Tom: A
Intro: A  C#7  Fm   E 
 
 A          C#7         F#m          E              D 
Foi sem querer que derramei toda emoção   Dê rê rê rê 
        E            A             E7 
Que cerquei seu coração   Dê rê rê rê 
 A       C#7       F#m          E7         D 
Me machuquei te feri, não entendi   Dê rê rê  
       E7       A                         E7 
Como dói a solidão   não não não não não não  
 
  A                     C#7         F#m  Em  A7 
Agora estou sozinho precisando de você 
    D                            E7        A 
E você não esta por perto pra poder me ajudar 
      A                      C#7        F#m  Em  A7 
A estrada dessa vida esta difícil sem você 
    E7                                     A 
E você não esta por perto pra poder me ajudar 
 
           G#7        F#m         E7          D 
Hoje eu estou arrependido do que fiz   Dê rê rê 
       E7          A              E7 
Venho te pedir perdão, perdoa paixão 
 A          C#7         F#m         E7            D 
Ai meu coração tão solitário sem você   Dê rê rê rê 
        E7          A   E                       E7 
Está ardente de paixão     não não não não não não 
 
  A                     C#7         F#m  Em  A7 
Agora estou sozinho precisando de você 
    D                            E7        A 
E você não esta por perto pra poder me ajudar 
      A                      C#7        F#m  Em  A7 
A estrada dessa vida esta difícil sem você 
    E7                                     A 
E você não esta por perto pra poder me ajudar
Eu sem você
Tom: A
Intro: A - (Solo) -    D E    A 
 
                   A A4 A                    A4 A
Meus dias sem ti ver    são difíceis de viver 
                                                  D D4 D 
Feito um louco na cidade        com saudades de você 
                       D4 D                      A A4 A  
Durmo em qualquer lugar olhos vermelhos de chorar 
                 E                             
É uma pena que você     não consegue entender 
                    A A4 A          
meu jeito louco de te amar 
                               D 
        E se eu pareço um vagabundo     é que o amor maior do mundo 
                        A A4 A  
        mora aqui no peito meu 
                                E                              
        E se eu sofro assim por ela     é que aprendi que a vida é dela 
                            A A4 A     
        e que o amor dela sou eu       
-Repete Refrão (1x) 
-Introdução 
                    A A4 A                  A4 A   
Meus dias sem ti ver    dá vontade de morrer 
                                            D D4 D  
Eu estou enlouquecendo  to bebendo pra esquecer 
                     D4 D                    A A4 A  
Não sei nem me cuidar   longe de você não dá 
                 E                            
É uma pena que você     não consegue entender 
                        A A4 A      
meu jeito louco de te amar 
-Repete Refrão (4x) 
-Introdução 
solo:
60-50-50-52-54-54 
60-50-50-52-54-55 
55-55-54-52-50-60 
50-50-54-54-54-55-57-57-55-50
Em qualquer lugar do Mundo 
Tom: A   
Intro: solo + F#m A,solo,F#m  A, solo,F#m E D/F# E/G# 
 
 A                            F#m 
Toda minha vida eu esperei alguém 
                            A 
Com esse sorriso esse teu olhar 
                                   F#m 
Nunca me entreguei eu nunca quis ninguém 
                D/E                 A 
Parece que eu sabia que iria te encontrar, uuummm!!!! 
 
    A                         F#m 
E assim minha alma esperava a tua (***) 
                               A 
Como alguem espera uma noticia boa 
                            F#m 
Como uma noite que espera a lua 
          D/E                A 
Nunca iluminou entanto uma pessoa 
             E             D                       A 
Não não não não,Como uma chave abrindo os meus segrados 
            F#m                      Bm 
Como um livro lindo me arrancando os medos  
          E                   A 
Como uma lição que eu queria saber 
             E             D                      A 
Não não não não,Com uma certeza que por Deus eu tinha 
             F#m              Bm 
Você foi chegando se fazendo minha 
               E                 A   G/B A/C# 
Min envadindo Ha vida me fazendo ver 
 
(Refrão) 
     A      D     E                   A 
Que existe amor,basta desejar querer mais 
       A     G/B AC#    
Que profundo  
      A     D                 E 
Que esse amor vai encontrar você 
                      A 
Em qualquer lugar do mundo 
 
INTR: D A/C# Bm A/C# D A/C# E A 
(REPETE DO ***) 
O destino nos separou
Tom: A
 A               E7              D           
Só Deus sabe o que vai ser, de mim depois 
   E7            A      E7
daquele triste adeus
  A                 E7                  
Quando é noite, tristeza vem, 
     D           E7          A    A7 
meu bem recordo os carinhos teus
     D                                   A    
      Quem tem amor distante soluça e chora  
                                        E7
      Passeia naquela rua e me lembrei agora
                       D                 A    A7
      De quem está distante sofrendo também
     D                                A
      Me lembro aquele dia lá na estação
                                           E7
     Meu bem partiu chorando me acenando a mão,
                        D                A     E7
     Foi triste a despedida eu chorei também
 A              E7             
Eu já fui tão feliz, 
    D           E7         A      A7
mas o destino separou nós dois
          D                                      A    
      Quem tem amor distante soluça e chora  
                                        E7
      Passeia naquela rua e me lembrei agora
                       D                 A    A7
      De quem está distante sofrendo também
     D                               A
      Me lembro aquele dia lá na estação
                                            E7
      Meu bem partiu chorando me acenando a mão,
                                        A     
     Foi triste a despedida eu chorei também
Enviada por  Juca
Meu Pai 
Tom: F
F
Não é porque ele é meu pai
		     C
Que eu escrevi esta canção
		      Gm
Fiz bem mais pela beleza
			  C
De um senhor com uma grandeza
	         F    C
Além da imaginação
F
Não é porque ele é meu pai
		       C	
Que eu o exalto tanto assim
		    Gm
É que pela minha idade
		   C
Esse anjo de bondade
	             F
Ainda cuida bem de mim
Bb			C
Me aconselha a todo instante
	           Dm
Me dá carinho dá amor
Bb		   C
Ele é um raro diamante
		   F
De indiscutível valor
Bb		 C
É meu amigo do peito
        C7            Dm
Eu tenho orgulho de falar
Bb		     C
Esse homem tão direito
		   Gm
Diplomado em respeito
      Bb    C     	F
É um exemplo em nosso lar
  : 			Bb
  : Não é porque ele é meu pai
  : 		      F       C
  : Que eu escrevi esses versos
R : 		     Bb
  : É que ele se sobressai
e : 	   C		F	
  : Entre os pais do universo
f : 			  Bb
  : Queria ser mais que um poeta
r : C		      F	
  : Nessa rima que se encerra
ã : 			Bb
  : E essa canção ser um troféu
o : 			 C
  : Pois pra mim é Deus no céu
  : 
  : 			F   Bb  F
  : E o meu pai aqui na Terra
Me Aconselha....
Refrão
 
Te amo e não te quero 
Tom: C
Intro: C 
  
C 
Pegue tudo aquilo que é seu 
  F                     C 
E vá pra bem longe de mim 
Eu vou te tirar do meu peito 
Não tem outro jeito  
        G 
Vá embora 
     F 
Só deixe uma fotografia  
     C             Am 
No bolso do meu paletó 
  D        
Ficar com você sem você 
Te querer por querer 
        G     G  Am  Bm C  
Eu prefiro só 
         C 
Não me fale de amor na saída 
       F                      C  
Nem me olhe como quem vai chorar 
Não me de aquele beijo gostoso 
Que é bem perigoso  
      G     
De pedir prá ficar 
F 
Não quero que aconteça outra vez 
       C               Am 
Tudo aquilo que aconteceu 
         D          
Quantas vezes te mandei embora 
                  G 
Mais chegando a hora 
         C         C7  
Quem chorou foi eu 
  
               F 
Não te quero mais 
                              C  
Não vou chorar na hora da partida 
                            G 
Eu vou tirar você da minha vida 
             F                       C  C7  
De hoje em diante eu não te quero mais 
            
              F 
Não te quero mais 
                               C 
O seu amor pra mim foi muito pouco 
                                  G 
Te amo tanto e nem que eu fique louco 
            F                G       C   
De hoje em diante eu não te quero mais 
Mala Amarela 
Tom: E

E                               B7                                   E
Era quatro e meia passava um pouquinho, o fosco clarinho rasgava o varjão
                                 B7                                 E
Era o trem noturno que vinha apontando, e logo parando na velha estação
             A                   G#m                 F#m             B7
Meu corpo tremia meus olhos molhavam, o meu pai do lado e a mala no chão 
               A               E                B7              E
Beijei o seu rosto e disse na hora, o mundo lá fora me espera paizão 
   E                        B7                                   E
Entrei no vagão corri pra janela, e a mala amarela do velho eu catei
                                B7                                    E
O trem deu partida soqueou bruscamente, e ali novamente sua mão eu beijei
                A             G#m                F#m               B7
Um pouco pra diante vi minha casinha, e minha mãezinha de pé no portão
            A                   E              B7              E
Ela não me viu e o trem na corrida, ouvi as latidas do velho sultão 
 E                             B7                            E
Um certo senhor da poltrona vizinha, dizia que vinha do paranazão 
                               B7                                  E                              
Me disse também de um jeito cortes, é a primeira vez que deixo o sertão 
             A                G#m               F#m            B7   
Pedi seu conselho e ele me disse, seu moço a velhice é dura demais 
                  A                  E              B7                E 
Eu sou bem mais velho e posso aconselhar, é duro ficar distante dos pais
 E                               B7                                   E
Eu nunca esqueci o que o velho falou, o tempo passou e pra casa eu voltei
                                 B7                                  E                                
Quem fica distante jamais se conforma, lá na plataforma meus pais avistei
          A                   G#m              F#m                   B7   
Desci comovido abracei ele e ela, e a mala amarela meu filho eu não vi
             A                    E                    B7             E                                
Meu pai acredite na fala de um homem, pra não passar fome a mala eu vendi  
    F#                            B                         F#            B
Que pena, que pena era minha lembrança, que eu trouxe de herança do seu avó
               A                 E                B7              E
Mas deixa pra lá eu vou me esquecer, a herança é você e você já voltou
 
Desatino 
Tom: C

C/G                     F C                    F C     
Em um quarto de hotel,         loucamente apaixonado,
                      C5                  G         (G4)    G
eu estou desesperado feito uma estrela sem o céu..
               Dm                                  C    F C
sei que já é madrugada            e meu sono que nao vem..
              G    G7                      C
será que me convém      sair assim cortando estrada..
C5                     F C                               F     C
   Conversando com a solidão      pra encontrar um certo alguém,
                  C7                             F (F4)
será que me convém        ou tudo acabe dando em nada..
      G           C                                     G
se ontem eu por lá passei.. saudade me apertou mas não parei,
                                G7           C        F C
minhas mãos grudaram firmes no volante e o carro acelerei.
C5                  C    F     C           G      (G4) 
   Eu quis fugir do destino,      fugir da realidade,
                F         G7                         C     F  C
e sufocando a saudade aquela cidade fui deixando pra trás,
C5                       F C                        G       (G4)
     É que esse meu desatino       é uma mulher envolvente,
        F (F4)         G               G7             C       F C5
amor diferente, olhar de serpente é o doce veneno que me satisfaz..
Os Amantes 
Tom: Am
Intro: Em Em/D  
         
  Am Am/G     F#m7/5- B7 
Qualquer dia, qualquer hora 
                 Em Em/D 
A gente se encontra 
      Am      B7             Em  Em/D 
Seja onde for, pra falar de amor. 
 
         Am Am/G        F#m7/5- B7 
Qualquer dia, qualquer hora 
                 Em  Em/D 
A gente se encontra 
     Am      B7              Em  E7 
Seja onde for, pra falar de amor 
 
              Am    D7        G7M  C7M 
Pra matar a saudade da felicidade 
        F#m7/5-              B7 
Dos instantes, que juntos passamos 
                Em  E7 
E promessas juramos 
              Am   D7               G7M  C7M 
Reviver os momentos de sonho e de paixão 
              F#m7/5- B7               E/G# F#m 
Das palavras loucas     vindas do coração. 
 
B7    E                G#                 C#m 
Meu amor, ah! se eu pudesse te abraçar agora 
        E7                 A 
Poder parar o tempo nessa hora 
         B7                 E/G#     F#m  
E nunca mais eu ver você partir (meu amor). 
 
B7    E                G#                 C#m 
Meu amor, ah! se eu pudesse te abraçar agora 
        E7                 A 
Poder parar o tempo nessa hora 
         B7                  Em 
E nunca mais eu ver você partir. 
Agora estou sofrendo 
Tom: F
F9*
 Não há amor para mim não
Dm*
 Você estava mentindo
F9*                    Am
 Diga logo que não me amou
     C             F9         G            Am 
Que não gostou de mim, não sente amor por mim
[Solo Inicial]
F9*
 Quais as armas que encontra ?
Dm*
 Pra fazer seus encantos
F9*                   Am
 Derramar seu amor em mim
     C             F9        G
Mas não gostou de mim, não sente amor...
   .  C             Dm
   :   Me fere, me risca de amor
   :  Am
   :   Me foge, me alimenta
R  :  F9        C         Bb
e  :   Não sabe que já me conquistou
f  :    G
r  :  Agora estou sofrendo
ã  :  C             Dm
o  :   Me fere, me risca de amor
   :  Am
   :   Me foge, me alimenta
   :  F9        C         Bb
   :   Não sabe que já me conquistou
   :    G                  F9*  Dm*
   .  Agora estou sofrendo
F9*
 Não há amor para mim não
Dm*
 Você estava mentindo
F9*                    Am
 Diga logo que não me amou
     C             F9  
Que não gostou de mim.
F9*
 Quais as armas que encontra ?
Dm*
 Pra fazer seus encantos
F9*                   Am
 Derramar seu amor em mim
     C             F9        G
Mas não gostou de mim, não sente amor...
[REFRÃO]
Jogado na Rua
Tom: F
   F                             C
  Eu ando largado na rua faz uma semana
                       Bb
  minha vida jogada na lama
                          F
  e o pivô disso tudo é você!
      F
  Procuro um caminho, uma luz que ilumine os meus 
 C
passos
                             Bb
  mas no peito faltando um pedaço
                        F          F C
  fica impossível tentar te esquecer.
      Dm                                  Am
  Meus olhos derramam momentos de águas passadas
                      Bb
  aí meu amor encho a cara
            F       F C
  embriagado de amor.
      Dm                                   Am
  E quando amanhece outra vez tô jogado na rua
                                   Bb
  sem um postal, sem moral, sem conduta...
                   F
  Um vagabundo carente de amor.
         C
  Sem você...
                                  Bb
  O meu céu não tem estrelas nem lua,
                         F
  sua falta me leva à loucura,
                  C
  tenho medo do anoitecer.
         C
  Sem você...
                               Bb
  Eu me sinto como um cão sem dono,
                           F
  em perfeito e total abandono,
                   C
  sem saída e pra onde correr.
        Gm   Bb
  Tenho medo,
        F
  tenho medo...
          Gm          Bb
  Não me deixe nesta solidão.
        F
  Tenho medo.
Enviada por Marcelo Martins Gouveia
Evidências 
Tom: C
Intro: C9 G/B F9
          C9                 G/B
Quando eu digo que deixei de te amar
Am7		  Am7/G
É porque eu te amo
           F                  A7
Quando eu digo que não quero mais você
Dm
É porque eu te quero
          G       		G#º
Eu tenho medo de te dar meu coração
        Am7			  C
E confessar que eu estou em tuas mãos
         D	    D4		  D
Mas não posso imaginar o que vai ser de mim
             G      Am Bb Am G7
Se eu te perder um dia
        C9                 G/B
Eu me afasto e me defendo de você
Am7	        Am7/G
Mas depois me entrego
       F                          A7
Faço tipo, falo coisas que eu não sou
Dm
Mas depois eu nego
          G       	    G#º
Mas a verdade é que eu sou louco por você
        Am7                     Fm6
E tenho medo de pensar em te perder
       C                    G
Eu preciso aceitar que não dá mais
                F      C   Bb Bb9
Pra separar as nossas vidas
C		     C7M
E nessa loucura de dizer que não te quero
       E			E7(9)	     E7
Vou negando as aparências disfarçando as evidências
          F
Mas pra que viver fingindo
          Dm                     G
Se eu não posso enganar meu coração
   G7(4)      G7
Eu sei que te amo
C		       C7M
Chega de mentiras de negar o meu desejo
       E			E7(9)	     E7
Eu te quero mais que tudo, eu preciso do teu beijo
       F
Eu entrego a minha vida
      Dm                       G
Pra você fazer o que quiser de mim
   G7(4)         G7	       C
Só quero ouvir você dizer que sim
             C5+              F7M C/E
Diz que é verdade, que tem saudade
    Dm7		G7             C
Que ainda você pensa muito em mim
             C5+              F7M C/E
Diz que é verdade, que tem saudade
    Dm7		G7            Am Bb Am G7
Que ainda você quer viver pra mim
Eu sem você 
Tom: A
Intro: A (60-50-50-52-54-54 60-50-50-52-54-55  55-55-54-52-50-60 
50-50-54-54-54-55-57-57-55-50 )  D E    A 
 
  A                                       
Meus dias sem te ver são difíceis de viver 
                                D   
Feito um louco na cidade com saudades de você 
                                              A   
Durmo em qualquer lugar olhos vermelhos de chorar 
                 E                             
É uma pena que você  não consegue entender 
                       A       
meu jeito louco de te amar 
                      D 
E se eu pareço um vagabundo é que o amor maior do mundo 
              A   
mora aqui no peito meu 
                        E                              
E se eu sofro assim por ela é que aprendi que a vida é dela 
                      A     
e que o amor dela sou eu   
    
-Repete Refrão (1x) 
-Introdução 
                                         A
Meus dias sem te ver  dá vontade de morrer 
                                            D   
Eu estou enlouquecendo tô bebendo pra esquecer 
                                         A   
Não sei nem me cuidar longe de você não dá 
                 E                            
É uma pena que você  não consegue entender 
                       A      
meu jeito louco de te amar 

-Repete Refrão (4x) 
-Introdução 
solo:

O mais importante é o verdadeiro amor 
Tom:G
Intro: C G Am F C G C G )
 G                C      Em 
Quando sinto em dizer-te,e me podes 
     Am F     C              Dm         F 
desprezar,logo,logo,sei que devo deixar-te,já não  
 G           C G                  C   Em 
posso mais sonhar,você fica tão calada,não sei 
            Am F     C                  Dm
mais o que fazer,e te sentes por mim a culpa 
   F            G               C  Em
desprezada,sei que não terei perdão.
(-Refrão-)
Em                Am     C  F      G  
você deve me compreender-me,se eu quis 
   C          Em                     Am         C 
sonhar,ah,ah,ah,foi você que teve a ideia de querer-
F         G           C    Em         
me,e isso eu quero esquecer,para que pedir 
 Am  C F     G        C  Em               Am 
carinho,que não vale mais,porque o meu destino está 
        C   F         G          C      F
tão marcado,a minha vida outra vida um amor de 
  G                           C   Em
verdade,te asseguro que está noite,voltarei para 
   Am  F       C               Dm 
quem amo,sei também que não é hora e nem é 
  F          G          C    Em (-Refrão)Am    C
facil,mais perdão te pedirei.você deve compreender-
F         G       C         Em                   
me,se eu quis sonhar,ah,ah,ah,foi você que teve a 
 Am         C  F       G              C   Em  
ideia de querer-me,e isso eu quero esquecer,para 
           Am  C F     G        C  Em 
que pedir carinho,que não vale mais,porque o meu 
            Am       C    F       G          C    F 
destino está tão marcado,a minha vida outra vida um 
          G
amor de verdade.
                     C      Em            Am  F
nós sabemos que no instante,nosso amor se acabou,e 
   C              Dm       F           G
compreendes que o mais importante,é o verdadeiro 
 C    Em           Am   C  F         G
amor,você deve compreender-me,se eu quis 
  C
sonhar,ah,ah,ah...(voltar no refrão)

 

BACK | RELOAD | FORWARD